Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Nefrologia

Paciente masculino, de 72 anos, relata história de dificuldade miccional progressiva. Refere episódios de retenção urinaria aguda no passado, resolvidos espontaneamente. Qual das afirmativas abaixo NÃO pode ser considerada correta para esse caso?

A
O diagnóstico mais provável é hiperplasia de próstata.
B
Deve-se considerar o toque retal para avaliar as características da próstata e diferenciação com carcinoma prostático.
C
A ultrassonografia abdominal mostra aumento da próstata fazendo protrusão no interior da bexiga junto ao colo vesical, típica de obstrução urinária baixa.
D
Deve-se questionar o paciente sobre a existência de calafrios, prostração, febre e dor ao toque retal, para diferenciar com prostatite aguda.
E
A presença de divertículo vesical grande está frequentemente associada com o quadro apresentado pelo paciente.
Na Classificação de Salter-Harris para as lesões que envolvem a fise, a combinação entre lesão fisária e fratura intra-articular, corresponde ao tipo:
Um paciente politraumatizado é admitido com fraturas de fêmur direito e exposta de tíbia esquerda, no setor de urgência, a prioridade inicial neste caso é:
Paciente de 18 anos, iniciou atividade sexual há 02 (dois) anos, com acompanhamento médico regular, fazendo uso de anticoncepcional oral desde então. Procurou ambulatório de ginecologia com história de que o parceiro atual apresentava “verrugas genitais“. Ao exame ginecológico não foi observada qualquer lesão em vulva, vagina ou colo uterino, a visão desarmada. Foi realizada coleta de material para colpocitologia oncótica, cujo resultado foi de Lesão intraepitelial de baixo grau/NIC I. A conduta mais adequada para este quadro é:
Paciente de 32 anos apresenta gengivorragia ao escovar os dentes, bolhas hemorrágicas em cavidade oral e equimoses em membros inferiores há três dias. Está corada, afebril e não apresenta hepatoesplenomegalia. O hemograma revela Hcto 38%; Hb 13,5 g/dl; leucócitos 9.500/mm³ com 1% basófilos, 4% eosinófilos, 5% bastões, 70% segmentados, 16% linfócitos e 4% monócitos, plaquetas 18.000/mm³, TAP = 14 segundos com 85% de atividade, PTT = 37 segundos. O diagnóstico mais provável é:
Compartilhar