Questões na prática

Oftalmologia

Paciente masculino de 80 anos com diagnóstico de demência, ICC com fibrilação atrial recorrente, usando amiodarona regularmente, constipação com uso intenso de laxativos. Chega à consulta oftalmológica com piora importante de acuidade visual. No exame apresentava xerose conjuntival, placas esbranquiçadas em conjuntivas e ulceração com necrose da córnea. A esposa refere ter observado quedas frequentes quando o paciente se dirigia ao banheiro durante a madrugada nos últimos meses. Em relação ao quadro clínico, é CORRETO afirmar que:

A
Amiodarona pode ser a causa das lesões de córnea do paciente.
B
Amiodarona pode causar ataxia, justificando as quedas do paciente.
C
Amiodarona pode levar a hipotireoidismo, justificando os sintomas.
D
As quedas do paciente são secundárias a bradiarritmias.
E
Uso de laxativos pode levar à hipovitaminose, justificando o quadro clínico.
Assinale a alternativa que complementa CORRETAMENTE a conduta explicitada a seguir. José, 43 anos de idade, serralheiro, vem ao Centro de Saúde relatando cefaléia holocraniana há três dias, pior na nuca, em pressão, sem febre, sem tontura, náusea, vômito ou escotomas, de início insidioso. Refere alimentação normal, urina e fezes normais, sem patologias pregressas dignas de nota. Tomou um comprimido de dipirona e depois de AAS 500 mg sem melhora ontem, e hoje de novo. Solicita exame de tomografia da cabeça. Ao exame físico, refere dor à palpação do trapézio em nuca e região supra e interescapular, que estão contraídas, pressão arterial normal, sem sinais meníngeos nem outras alterações ao exame físico. Quanto à melhor conduta em relação às demandas do paciente, considerando o diagnóstico mais provável, além de prover tratamento farmacológico, o médico deve:
Mulher, 50 anos, sofreu queda ao solo torcendo o joelho Direito (D). Ao exame físico, apresenta dor intensa, aumento significativo de volume e deformidade em varo no joelho D; edema discreto, pouca dor no pé D, que apresenta temperatura semelhante à do pé E e pulso pedioso presente nesse lado, porém fracamente palpável. O RX mostra fratura-luxação anterior tibiofemoral ao nível do joelho D, com grande fragmentação do planalto tibial. Acerca dessa situação, é CORRETO afirmar que:
Em qual grupo a prevalência de aneurisma da aorta abdominal é maior?
Qual é o conceito de distância útil na claudicação intermitente nos membros inferiores?
Compartilhar