Questões na prática

Oftalmologia

Paciente masculino de 80 anos com diagnóstico de demência, ICC com fibrilação atrial recorrente, usando amiodarona regularmente, constipação com uso intenso de laxativos. Chega à consulta oftalmológica com piora importante de acuidade visual. No exame apresentava xerose conjuntival, placas esbranquiçadas em conjuntivas e ulceração com necrose da córnea. A esposa refere ter observado quedas frequentes quando o paciente se dirigia ao banheiro durante a madrugada nos últimos meses. Em relação ao quadro clínico, é CORRETO afirmar que:

A
Amiodarona pode ser a causa das lesões de córnea do paciente.
B
Amiodarona pode causar ataxia, justificando as quedas do paciente.
C
Amiodarona pode levar a hipotireoidismo, justificando os sintomas.
D
As quedas do paciente são secundárias a bradiarritmias.
E
Uso de laxativos pode levar à hipovitaminose, justificando o quadro clínico.
Em relação ao fenômeno de Raynaud, é possível afirmar: I- É uma sensibilidade idiopática ao frio. II- Pode estar associado à esclerose sistêmica, síndrome costoclavicular e macroglobulinemia. III- Pode ocorrer nos operadores de martelete pneumático. Marque a alternativa correta.
Pacientes portadores de cardiopatia congênita cianótica com shunt direito-esquerdo frequentemente apresentam policitemia. Os pacientes com policitemia grave (VG >65%) são de maior risco para desenvolver:
Adolescente com queixa de tosse, apresentando ao exame físico linfonodomegalia cervical e esplenomegalia. Peso = 50 kg; FC = 80 bpm; FR = 20 mpm; t = 36.5ºC. Refere perda de peso de 3 kg nos últimos 6 meses. A biópsia de linfonodo diagnosticou linfoma de Hodgkin, celularidade mista. TAC de tórax apresenta massa no mediastino. TAC de abdome demonstra esplenomegalia. O estadiamento clínico desse caso é:
Paciente sexo feminino, 27 anos, agricultora. Há 4 dias apresentou perda de força muscular de caráter ascendente com evolução para tetraparesia flácida. Dois dias após apresentou um episódio de crise convulsiva tônico-clônica generalizada. Foi medicada com fenobarbital (1 ampola IM), evoluindo com urina escura e tetraplegia. Ao exame, hipotonia generalizada, reflexos profundos ausentes e sensibilidade normal. História pregressa de 2 internamentos por dor abdominal de origem desconhecida e um episódio de distúrbio psiquiátrico. Qual o diagnóstico provável dessa paciente?
Compartilhar