Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Paciente na 29ª semana de gestação é admitida com diagnóstico de dor abdominal aguda intensa. Ao exame a paciente encontrava-se hipertensa, com hipertonia uterina e taquicardia fetal. O médico observou que a toque a dilatação cervical encontrava-se em 3 cm e realizou amniotomia com saída de líquido amniótico sanguinolento. Em relação a amniotomia pode-se dizer que a conduta foi:

A
errada, pois acentuou o sangramento e possivelmente induziu a sofrimento fetal que poderia culminar com asfixia grave do concepto
B
errada, pois além de expor o feto a processo infeccioso tornou o parto iminente impedindo a administração de tocolíticos e corticosteroides
C
errada, pois possivelmente essa conduta acarretará distúrbios hemodinâmicos e expôs a paciente a risco de fenômenos embólicos
D
correta, pois acelerou o parto numa situação de sofrimento fetal e morte iminente do concepto
E
correta, pois tal conduta reduz o consumo de fatores de coagulação, diminui o sangramento e pode melhorar as condições maternas enquanto aguarda-se o preparo da sala de operações para interrupção imediata da gestação
Qual é o tratamento de escolha para o adenocarcinoma do apêndice, limitado à ponta do apêndice?
Pré-escolar, 4 anos, é trazida ao pronto-socorro com quadro de amigdalite purulenta, seguida de exantema e recebe o diagnóstico de escarlatina. Todos os sinais abaixo podem fazer parte do quadro, EXCETO:
Qual a droga de escolha para o tratamento da coqueluche em pré-escolares, escolares e adolescentes, na ausência de intolerância medicamentosa?
Paciente de 49 anos, sexo masculino, diabético há 5 anos e em uso de metformina. Sem outras alterações relevantes. Após repetidas medições, foi constatada hipertensão arterial sistêmica com PA = 150 x 85 mmHg. Exames de sangue e urina foram normais. Dos itens abaixo, selecione o que contém a medicação mais apropriada para este caso.
Compartilhar