Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Neurologia

Neuropediatria

Paciente portador de Encefalopatia Crônica não-evolutiva. Apresentou há 2 semanas, crise convulsiva tônica, afebril, com duração aproximada de 2 minutos. Novo episódio há 1d, novamente sem febre. Sobre o diagnóstico e conduta mais adequada, assinale a alternativa correta.

A
Convulsão febre. Deve-se pedir investigação completa para investigação de processo infeccioso;
B
Convulsão afebril única. Não tratar, curta duração;
C
Convulsão afebril única, em 2 episódios, já interpretado como epilepsia em paciente com quadro de base neurológico;
D
Ignorar o fato e informar à família que faz parte da patologia de base.
E
Acidente vascular cerebral. Solicitar ressonância magnética de crânio;
No 5º minuto de vida, um recém-nascido apresenta-se com frequência cardíaca abaixo de 100 bpm, choro fraco, cianose de extremidade, tônus muscular flácido e irritabilidade externa ausente. Podemos considerar um escore de Apgar para esse RN:
São sinais sugestivos de infecção faringoamigdaliana estreptocóccica todos os fatores abaixo, exceto:
São achados laboratoriais comuns na síndrome nefrótica por lesão mínima todos os abaixo, exceto:
Primigesta com evolução normal do trabalho de parto, durante o período expulsivo tem uma parada na progressão, com apresentação cefálica em occípito direita transversa e assinclitismo anterior, plano +2 De Lee e batimentos cardíacos fetais de 128 bpm. A melhor conduta é:
Compartilhar