Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Neurologia

Neuropediatria

Paciente portador de Encefalopatia Crônica não-evolutiva. Apresentou há 2 semanas, crise convulsiva tônica, afebril, com duração aproximada de 2 minutos. Novo episódio há 1d, novamente sem febre. Sobre o diagnóstico e conduta mais adequada, assinale a alternativa correta.

A
Convulsão febre. Deve-se pedir investigação completa para investigação de processo infeccioso;
B
Convulsão afebril única. Não tratar, curta duração;
C
Convulsão afebril única, em 2 episódios, já interpretado como epilepsia em paciente com quadro de base neurológico;
D
Ignorar o fato e informar à família que faz parte da patologia de base.
E
Acidente vascular cerebral. Solicitar ressonância magnética de crânio;
Mulher de 42 anos é submetida a uma esofagogastroduodenoscopia que identifica uma lesão ulcerovegetante no antro, adjacente ao piloro, medindo 15 mm no seu maior eixo. O estudo histopatológico das biópsias endoscópicas revelou adenocarcinoma do tipo difuso de Lauren. O estadiamento pré-operatório não revelou linfadenomegalias e nem metástases a distância. A conduta CORRETA é:
Uma criança de 2 anos de idade é levada a você porque se recusa a usar o braço direito. Há dor ao toque e ela não segura objetos com a mão esquerda. Negam trauma, mas recentemente a mãe puxou o seu braço quando ela se recusou a subir as escadas. O diagnóstico provável é:
No diagnóstico de carcinoma medular de tireoide, se faz por necessário afastar:
Paciente em tratamento de doença polipoide séssil intestinal e carcinoma in situ já operado. Relata atualmente sangramento vaginal, mesmo estando na menopausa. Evolução clínica e síndrome:
Compartilhar