Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Pneumologia

Dermatologia

Paciente portador de HIV, chega ao ambulatório com resultado de PPD - induração de 6mm. A conduta correta, considerando que não tem qualquer sintoma, é:

A
Orientar o paciente sobre as formas de aquisição da tuberculose, procurar contatos e acompanhar com a repetição do exame em 6 meses.
B
Orientar o paciente sobre as formas de aquisição da tuberculose, procurar contactantes e iniciar hidrazida profilática na dose de 300 mg/dia, por seis meses.
C
Iniciar esquema RIP profilático por 3 meses.
D
Iniciar tratamento para HIV/AIDS, pois o paciente pode desenvolver doença oportunística.
E
Iniciar tratamento com esquema RIP.
São considerados como principais fatores de risco para artrite séptica, EXCETO:
A respeito do trauma de extremidades, é INCORRETO afirmar:
Pacientes apresentando dor abdominal em hipocôndrio direito ou epigástrio, com ou sem irradiação para o dorso, tem como principal hipótese diagnóstica e conduta inicial, visando a confirmação de:
Lactente de dois meses de idade, sexo masculino, foi internado pela primeira vez, com história de febre baixa, queixa de tosse seca persistente, taquipneia, raros episódios de sibilância, com antecedentes de parto vaginal e conjuntivite no período neonatal. Ao exame físico apresenta bom estado geral, ausência de tiragem inter ou subcostal, com subcrepitantes e alguma crepitação fina em ambas as bases pulmonares. Qual o provável agente etiológico do quadro pulmonar descrito?
Compartilhar