Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Paciente procura ambulatório de ginecologia do HUCAM e deseja iniciar Anticoncepcional Hormonal Oral, ela deverá ser orientada a utilizar outros métodos que não o anticoncepcional oral, se na história ela possui um dos seguintes fatores:

A
Hipotireoidismo.
B
Anovulação crônica.
C
Passado de diabetes gestacional.
D
Sangramento com outro anticoncepcional.
E
Nenhuma das acima contraindica o uso de anticoncepcional.
Num ambulatório de cirurgia geral são atendidas 5 crianças: I- Menino de 2 meses com hidrocele direita; II- Menino de 18 meses com criptorquidia; III- Menino de 4 meses com fimose; IV- Menina de 5 meses com hérnia inguinal esquerda; V- Menina de 2 meses com hérnia umbilical. Quais os pacientes que já apresentam indicação cirúrgica?
Lactente de 9 meses apresenta-se no pronto atendimento em estado de mal epiléptico (mais de 30 minutos de duração). A despeito do tratamento instituído, persiste a atividade convulsiva e instala-se o estado de mal epiléptico refratário. A droga de escolha a se utilizar neste momento no paciente é:
Vinte e quatro horas após ter recebido as vacinas preconizadas pelo atual calendário básico do Ministério da Saúde para os quatro meses de idade, Ana apresentou crise convulsiva tônico-clônicas generalizadas. Ela já controlava o tônus cervical e apresentava sorriso social, tendo perdido tais marcos de desenvolvimento. Sua gestação e parto não apresentaram intercorrências e ela foi considerada normal até a época dessa ocorrência. Não foi identificado nenhum vínculo epidemiológico com pessoas com doenças febris. A vacina provavelmente relacionada a este efeito adverso grave é a:
Tratando-se de Ruptura Prematura Pré-termo de Membranas (RPPM), pode-se afirmar:
Compartilhar