Questões na prática

Clínica Médica

Hematologia

Paciente procura atendimento com queixas sugestivas de anemia. Eritrograma mostra Hb = 6,0 e VCM = 121. Com base nestes dados, qual das hipóteses abaixo deve ser excluída do diagnóstico diferencial?

A
Anemia megaloblástica.
B
Anemia da insuficiência hepática.
C
Anemia do hipotiroidismo.
D
Talassemia.
E
Síndrome mielodisplásica.
Paciente do sexo feminino, 22 anos de idade, com história clínica evidenciando episódios de dor em hipocôndrio direito, náuseas e vômitos, associados à icterícia e colúria, desde a infância. Após a avaliação inicial, realizou ultrassonografia de abdome que evidenciou colelitíase com dilatação de colédoco. Realizou colangiorressonância que mostrou litíase vesicular, dilatação fusiforme de colédoco (+/- 8 cm de maior diâmetro), entretanto sem coledocolitíase e sem dilatação das vias biliares intra-hepáticas. Assinale a alternativa CORRETA.
Nasceu uma criança com fenda palpebral oblíqua, orelhas de implantação baixa, braquicefalia, prega palmar transversal única e clinodactilia dos quintos dedos das mãos. O exame clínico foi sugestivo de cardiopatia. O geneticista avaliou e suspeitou de uma síndrome cromossômica e solicitou um cariótipo. O exame confirmou a hipótese. A cardiopatia congênita mais comum nessa situação é:
Uma criança com três anos é levada ao serviço de emergência com quadro clínico de intoxicação, caracterizado por vômitos, diarreia e visão borrada. O exame físico revelou pupilas puntiformes, sialorreia, sudorese e miofasciculações. Estava normotérmica. A família relatou o uso de veneno na salsicha para matar ratos. Pelo quadro clínico é fácil identificar o mecanismo do veneno envolvido, identificar a síndrome que o paciente está apresentando. O médico deve ligar para o Centro de Informações Toxicológicas da região, iniciar imediatamente o uso de antídoto e solicitar exame laboratorial que confirme o diagnóstico. Assinale a alternativa que identifica CORRETAMENTE a síndrome clínica, o antídoto e o exame laboratorial a ser solicitado.
Marcos, 52 anos, casado, procura atendimento na Unidade Básica de Saúde da Família depois de visita domiciliar do agente comunitário de saúde, que o orientou a realizar consulta de rotina já que "não ia ao médico há anos". Está sem queixas e gostaria de realizar um check-up. Trabalha como açougueiro há 18 anos. Vai ao trabalho de bicicleta (40 minutos de percurso considerando a ida e volta). Pai hipertenso, IAM aos 63 anos e mãe com depressão. Exame físico normal. IMC=24,5 kg/m². PA= 118 x 78 mmHg (2 medidas). Em relação ao caso acima e considerando as orientações de rastreamento na Atenção Primária do Ministério da Saúde, responda à questão. Assinale a alternativa CORRETA em relação ao rastreamento que deve ser recomendado para o Marcos.
Compartilhar