Questões na prática

Clínica Médica

Pneumologia

Paciente, sexo masculino, 28 anos de idade, chega à emergência vítima de acidente motociclístico e, segundo relato da equipe de resgate, estava sem capacete e cursou com traumatismo cranioencefálico. Ao exame, o paciente encontrava-se pálido com pulsos filiformes e com expansibilidade torácica bilateral, desorientado, apresentava abertura ocular ao chamado e não possuía movimentação espontânea, mas localizava a dor quando estimulado. Um ferimento linear em supercílio e região temporal esquerdos com sangramento ativos chamava atenção. O paciente foi submetido a uma craniotomia descompressiva por hematoma intraparenquimatoso, e, no 8º dia pós-operatório cursou com edema ++/IV e dor do membro inferior esquerdo, com empastamento da panturrilha ipsilateral. O exame diagnóstico a ser solicitado é:

A
ecocardiograma
B
dupplex scan dos membros inferiores
C
flebografia dos membros inferiores
D
cintilografia pulmonar da ventilação-perfusão
E
tomografia computadorizada do membro inferior esquerdo
Paciente de 25 anos, nulípara, chega ao consultório com amenorreia há 4 meses e diagnóstico de Síndrome dos Ovários Policísticos, com desejo de gestação o mais breve possível. Ao exame: acne grau I, oleosidade excessiva da pele, hirsutismo leve, IMC 31 kg/m². TSH, T4 livre, prolactina, DHEAS e testosterona são normais. Glicemia em jejum 105 mg/dl. Qual a opção terapêutica mais indicada para o caso?
Um enfermo com hipertensão arterial pulmonar primária, classe funcional II da NYHA, apresenta mínima redução daquela pressão após prova terapêutica aguda com adenosina endovenosa. Considerando os dados fornecidos a melhor opção terapêutica seria:
O principal meio diagnóstico para a Síndrome da Oclusão Arterial Aguda de membros inferiores é:
Assinale a alternativa que indica a tríade do glaucoma congênito:
Compartilhar