Questões na prática

Clínica Médica

Pneumologia

Paciente, sexo masculino, 28 anos de idade, chega à emergência vítima de acidente motociclístico e, segundo relato da equipe de resgate, estava sem capacete e cursou com traumatismo cranioencefálico. Ao exame, o paciente encontrava-se pálido com pulsos filiformes e com expansibilidade torácica bilateral, desorientado, apresentava abertura ocular ao chamado e não possuía movimentação espontânea, mas localizava a dor quando estimulado. Um ferimento linear em supercílio e região temporal esquerdos com sangramento ativo chamava atenção. Considerando-se o diagnóstico de trombose venosa profunda:

A
anticoagulação plena com heparina de baixo peso molecular
B
anticoagulação plena com heparina não fracionada
C
anticoagulação plena com cumarínicos
D
implante de filtro de veia cava
E
heparinização profilática
São consideradas lesões benignas gastroduodenais:
Homem, 38 anos, queixa-se de poliartralgia generalizada em grandes e pequenas articulações há 6 meses. Exame físico: sem sinais inflamatórios locais nem deformidades ou evidências de acometimento articular. A PRINCIPAL HIPÓTESE DIAGNÓSTICA É:
Mulher, 27 anos, sofreu queimadura em toda região cervical anterior, há 8 dias, apresenta áreas de segundo grau superficial e profunda. Foi tratada com curativos locais evoluindo com pequenas áreas de epitelização e granulação, sem infecção. A CONDUTA É:
Mulher de 42 anos deverá ser submetida à cirurgia eletiva de colecistectomia. Nega história pessoal e familiar de sangramento. Os exames pré-operatórios mostraram: RNI = 1,02 (normal até 1,2); TTPA = 2,59 (normal até 1,25); TTPA com adição de plasma normal = 1,05. Assinale o teste que permite prosseguir de forma correta a investigação.
Compartilhar