Questões na prática

Clínica Médica

Hepatologia

Paciente submetida à colecistectomia, com perfuração da vesícula biliar, no ato operatório, com vazamento de bile para cavidade. A paciente evoluiu, no pós-operatório, com dor em região de HD irradiada para região subescapular ipsilateral. Trata-se de:

A
Sinal de Kehr
B
Irritação diafragmática pela bile (Sinal de kocher)
C
Sinal de Chiray-Pavel
D
Sinal de Le' Fonn
E
Sinal de Corvousier- Terrier
Criança de 8 meses de idade, em tratamento com dose alta de ranitidina por doença do refluxo gastroesofágico, vinha apresentando vômitos de repetição e baixo ganho ponderal. Diante deste quadro, qual a conduta mais adequada?
A definição da posição fetal é comumente determinada por uma das manobras de Leopold, a seguir. Assinale a correta:
Escolar de nove anos é levado ao atendimento médico por apresentar há três semanas, dor em garganta, febre alta e prostração, tendo sido tratado apenas com antitérmicos. Há uma semana, existe um quadro de artrite de caráter migratório, acometendo tornozelos, joelhos, punhos e cotovelos. Exames laboratoriais indicam: leucocitose, VSH:50mm, ASO 1250 U todd. Nesse caso, o provável diagnóstico é:
Em relação ao abdome agudo na criança, analise as afirmativas abaixo: 1. A causa mais comum de abdome agudo obstrutivo no lactente é a invaginação intestinal. 2. No recém nascido, a forma mais comum de abdome agudo é o perfurativo devido à enterocolite necrotizante neonatal. 3. Na criança maior, o abdome agudo hemorrágico e o perfurativo são os mais frequentes em virtude dos acidentes automobilísticos e das quedas. 4. A principal causa de abdome agudo inflamatório na criança maior é a apendicite aguda. Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas.
Compartilhar