Questões na prática

Clínica Médica

Hepatologia

Paciente submetida a colecistectomia, por colelitíase, apresenta quadro de icterícia flutuante no 3°mês de pós-operatório. A causa mais provável é:

A
litíase residual de colédoco
B
ligadura do colédoco
C
Síndrome pós-colecistectomia
D
Inflamação de esfíncter de Oddi
E
Síndrome do coto cístico
Uma menina de 10 meses de idade apresenta pobre ganho ponderal, tosse persistente e uma história de pneumonias de repetição (três eventos nos últimos quatro meses). Sua mãe relata que as fezes da menina são muito grandes e com odor muito fétido. Considerando a melhor hipótese diagnóstica, o procedimento propedêutico mais apropriado é:
Uma criança de dois anos de idade apresenta palidez mucosacutânea (++/4+) e é solicitado um hemograma completo, que evidencia uma anemia microcítica. Uma eletroforese de hemoglobina, no seguimento, demonstra um aumento na concentração de hemoglobina A2. Marque a alternativa com o diagnóstico mais provável:
Um menino de 3 anos de idade, sem antecedentes clínicos, apresenta há três semanas uma história de febre de moderada intensidade (38,5 °C), intermitente, acompanhada de um aumento na região cervical anterior submandibular direita, que, à palpação, mostra-se como um linfonodo relativamente móvel e doloroso de cerca de 4-5 cm de diâmetro. Marque a alternativa com o diagnóstico mais provável.
A ocorrência de DIP II (tardio) observada na cardiotocografia intraparto indica:
Compartilhar