Questões na prática

Clínica Médica

Hepatologia

Paciente submetida a colecistectomia, por colelitíase, apresenta quadro de icterícia flutuante no 3°mês de pós-operatório. A causa mais provável é:

A
litíase residual de colédoco
B
ligadura do colédoco
C
Síndrome pós-colecistectomia
D
Inflamação de esfíncter de Oddi
E
Síndrome do coto cístico
Lactente de 10 meses é levado a um Hospital pela mãe que refere que a criança estava dormindo em uma cama encostada à parede e, ao se virar, bateu a cabeça e desenvolveu um “galo”. Nega vômitos ou perda de consciência. Ao exame físico, apresenta grande hematoma em região temporal esquerda. O exame neurológico e o restante do exame físico são normais e a criança permanece alerta, porém, muito agitada. Raio-X de crânio com fratura temporal esquerda linear e tomografia de crânio sem sinais de lesões intracranianas. A respeito desse caso, assinale a alternativa correta:
Um adolescente de 14 anos chega ao serviço de emergência com dor intensa de início súbito na região do quadril. O exame físico evidencia rotação externa e encurtamento do membro afetado. O diagnóstico adequado para este adolescente é:
Paciente 60 anos, tabagista, deu entrada no PS apresentando quadro de retenção urinária. Refere história de hematúria macroscópica há 1 dia. Qual a conduta inicial?
Um lacônico pedido de parecer, enviado por colega de outro hospital público, traz a você um comerciário de 29 anos. A razão do encaminhamento foi “aumento da AST (TGO)”. Não há história anterior de doença do fígado e, no hepatograma, a ALT (TGP) está normal. A origem desse aumento da AST deve ter, como primeira hipótese, vínculo com:
Compartilhar