Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Aparelho Digestivo

Paciente submetida à colecistectomia videolaparoscópica, na qual houve perfuração acidental da vesícula e extravasamento de bile na cavidade. A cavidade foi lavada com soro fisiológico. No pós-operatório, queixa-se de dor de forte intensidade no ombro direito. A causa mais provável da dor é:

A
Peritonite química.
B
Peritonite bacteriana.
C
Coleperitôneo.
D
Irritação frênica pelo pneumoperitôneo.
Recém-nascido pré-termo, apgar de 9 no 1º min e 10 no 5º min, desenvolve taquipneia com 3 horas de vida. Ao exame taquipneico, sem tiragem, FR de 98 inc/mim, saturação de O2: 98%, em ar ambiente. RX de tórax mostra infiltrado linear a partir dos hilos, silhueta cardíaca normal. O diagnóstico mais provável é:
Mulher, 75 anos de idade, com doença de Alzheimer, em ambiente asilar, com incontinência esfincteriana prévia, vem há dois dias com agitação psicomotora intercalada por períodos de sonolência. Não teve diarreia e a temperatura medida pela cuidadora foi de 37,8°C. Ao exame físico, apresenta- se sem rigidez nucal, sem sinais de localização, PR: 108 bpm, FR: 21 ipm, ausculta cardiorrespiratória evidenciando discretos crépitos inspiratórios e expiratórios em base, sem variação com a tosse. Abdome flácido, indolor. A investigação deve começar por:
Paciente, 24 anos de idade, com história prévia de asma, sem crise desde os 14 anos, sofreu, há 2 horas, picada de abelha em braço esquerdo. Ao exame, apresenta-se com TA: 130 X 80 mmHg, PR: 100 bpm, frequência respiratória de 21 ipm. Ausculta cardiorrespiratória normal, com dor intensa em braço esquerdo, com sinais locais de flogose. Boa perfusão periférica. A melhor conduta subsequente, baseada na história natural provável do caso, é:
Em relação à hipertensão arterial na infância, a sua incidência tem aumentado nos últimos anos. Sobre ela, é incorreto afirmar:
Compartilhar