Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Paciente vítima de trauma contuso abdominal, deu entrada na sala de emergência pelo SAMU – Suporte Básico de Vida – com F.C.: 130 bpm, P.A.: 100 x 60 mmHg, F.R.: 20 ipm. A equipe de atendimento pré-hospitalar informa que foram pegos dois acessos venosos periféricos e infundido 1 000 mL de SRL durante o deslocamento. Durante o atendimento intra-hospitalar foram infundidos mais 1 000 mL da mesma solução cristalóide aquecidos a 39 ºC. Na reavaliação da etapa de reanimação, paciente apresentou F.C.: 140 bpm, P.A.: 90 x 40 mmHg, F.R.: 24 ipm. Pode-se afirmar que:

A
independemente da resposta que o doente apresentou ao volume inicial, deve-se infundir mais 2 000 mL de cristaloide e reavaliar o paciente antes de qualquer outra conduta.
B
o paciente apresenta estabilidade hemodinâmica, teve uma resposta rápida ao volume e a próxima conduta é a observação clínica com reavaliação seriada do abdome.
C
o paciente apresenta uma resposta transitória ao volume infundido e a tomografia de abdome é o melhor método para investigar o abdome deste paciente.
D
o paciente apresenta uma resposta nula ao volume infundido e como se trata de trauma abdominal contuso deve-se realizar US-FAST para orientar a conduta.
E
mesmo após o volume inicial infundido o paciente apresenta piora do estado hemodinâmico e tem indicação de laparotomia exploradora imediata.
Adolescente de 19 anos liga para seu ginecologista referindo que na noite anterior, durante intercurso sexual com seu namorado, rompeu o preservativo. Preocupada, pois encontrava no 10º dia do ciclo menstrual, fez ducha vaginal. Ao telefone, qual seria a melhor orientação para essa adolescente?
Em relação ao câncer gástrico, é correto afirmar que:
Num paciente com hipertensão arterial sistêmica, sem tratamento, espera-se que a ação do aumento do tônus simpático e da diminuição do tônus parassimpático venha determinar cronicamente alterações:
Homem 80 anos, ex-tabagista com DPOC, apresenta história de piora da dispneia há 2 dias, aumento da expectoração que se tornou amarelada e febril. Na ausculta, há um foco de pneumonia em base esquerda, além de PA de 100x60 mmHg, FR de 36 por minuto e pulso de 128 bpm. Com relação ao local de tratamento e escolha antibiótica, pode-se afirmar que a opção correta é:
Compartilhar