Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Paciente vítima de trauma contuso abdominal, deu entrada na sala de emergência pelo SAMU – Suporte Básico de Vida – com F.C.: 130 bpm, P.A.: 100 x 60 mmHg, F.R.: 20 ipm. A equipe de atendimento pré-hospitalar informa que foram pegos dois acessos venosos periféricos e infundido 1 000 mL de SRL durante o deslocamento. Durante o atendimento intra-hospitalar foram infundidos mais 1 000 mL da mesma solução cristalóide aquecidos a 39 ºC. Na reavaliação da etapa de reanimação, paciente apresentou F.C.: 140 bpm, P.A.: 90 x 40 mmHg, F.R.: 24 ipm. Pode-se afirmar que:

A
independemente da resposta que o doente apresentou ao volume inicial, deve-se infundir mais 2 000 mL de cristaloide e reavaliar o paciente antes de qualquer outra conduta.
B
o paciente apresenta estabilidade hemodinâmica, teve uma resposta rápida ao volume e a próxima conduta é a observação clínica com reavaliação seriada do abdome.
C
o paciente apresenta uma resposta transitória ao volume infundido e a tomografia de abdome é o melhor método para investigar o abdome deste paciente.
D
o paciente apresenta uma resposta nula ao volume infundido e como se trata de trauma abdominal contuso deve-se realizar US-FAST para orientar a conduta.
E
mesmo após o volume inicial infundido o paciente apresenta piora do estado hemodinâmico e tem indicação de laparotomia exploradora imediata.
A fratura em “galho verde”, peculiar em crianças, é do tipo:
Bebê nascido de parto vaginal, com idade gestacional de 36 semanas, peso de 3200g, apresenta icterícia perceptível em zona IV de Kramer, com 72 horas de vida. Sua mãe relata ter observado que o bebê já se apresentava com a face e o tronco amarelados no segundo dia de vida. A tipagem sanguínea da mãe é A positivo, e de seu bebê é O negativo. O bebê está sendo amamentado exclusivamente ao seio, elimina mecônio duas vezes ao dia e tem diurese sempre presente e clara. O irmão mais velho, de 3 anos, necessitou fototerapia por 4 dias na primeira semana de vida. A mãe relata uso de naftalina nos armários de roupas. Essa icterícia é:
A prevenção da tuberculose a partir da aplicação de uma dose de BCG intradérmico, ao nascimento, tem maior efeito protetor na diminuição da
Paciente feminina, de 43 anos, encaminhada por adinamia, lentificação psicomotora e sintomas depressivos. Apresentando tosse, com escarro amarelado, há 7 dias. Ao exame físico, PA 90/60 mmHg e rarefação de pelos pubianos. Os familiares referiam história prévia de complicação obstétrica hemorrágica há 7 anos e amenorreia, desde então. Exames laboratoriais:TSH 8,0 (0.45-4,5 mUI/L), T4L 0.3 mg/dL (0,6-1,7mg/dL) e glicemia 45 mg/dL. Trata-se, provavelmente, de:
Compartilhar