Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Paciente vítima de trauma contuso abdominal, deu entrada na sala de emergência pelo SAMU – Suporte Básico de Vida – com F.C.: 130 bpm, P.A.: 100 x 60 mmHg, F.R.: 20 ipm. A equipe de atendimento pré-hospitalar informa que foram pegos dois acessos venosos periféricos e infundido 1 000 mL de SRL durante o deslocamento. Durante o atendimento intra-hospitalar foram infundidos mais 1 000 mL da mesma solução cristalóide aquecidos a 39 ºC. Na reavaliação da etapa de reanimação, paciente apresentou F.C.: 140 bpm, P.A.: 90 x 40 mmHg, F.R.: 24 ipm. Pode-se afirmar que:

A
independemente da resposta que o doente apresentou ao volume inicial, deve-se infundir mais 2 000 mL de cristaloide e reavaliar o paciente antes de qualquer outra conduta.
B
o paciente apresenta estabilidade hemodinâmica, teve uma resposta rápida ao volume e a próxima conduta é a observação clínica com reavaliação seriada do abdome.
C
o paciente apresenta uma resposta transitória ao volume infundido e a tomografia de abdome é o melhor método para investigar o abdome deste paciente.
D
o paciente apresenta uma resposta nula ao volume infundido e como se trata de trauma abdominal contuso deve-se realizar US-FAST para orientar a conduta.
E
mesmo após o volume inicial infundido o paciente apresenta piora do estado hemodinâmico e tem indicação de laparotomia exploradora imediata.
Com relação ao tratamento da artrite reumatoide, é correto afirmar que:
Um recém-nascido é colocado em fototerapia contínua por hiperbilirrubinemia indireta. No segundo dia de fototerapia apresenta níveis de bilirrubina conjugada acima de 2 mg/dL. Qual dos achados abaixo pode ocorrer caso o RN permaneça em fototerapia?
Paciente do sexo masculino, 67 anos, procura atendimento com queixa de astenia e dor em ombro direito que não cedeu com o uso de diversos anti-inflamatórios. Familiares relatam períodos de confusão mental. Ao exame: hipocorado ++/4+, hidratado, anictérico, com FR 32 irpm, FC 110 bpm, PA 140x90 mmHg. Os exames laboratoriais revelam: ureia: 130 mg/dl, creatinina: 3,5 mg/dl, K+: 5,0 mEq/L, Ca++: 13,0 mg/dl, P: 5,0 mg/dl, glicemia: 102 mg/dl, ácido úrico: 8,0 mg/dl, Hm: 2.780.000/mm3, Hcto: 26%, Hb: 10,0 g/dl, plaquetas: 130.000/mm3, proteínas totais: 7,8 g/dl, albumina: 3,2 g/dl, globulina: 4,6 g/dl. A causa mais provável da insuficiência renal é:
Paciente masculino, 35 anos, dá entrada no setor de urgência inconsciente, após queda de motocicleta no momento em que não utilizava capacete. Em relação aos traumatismos crânio-encefálicos, podemos afirmar que:
Compartilhar