Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Gastroenterologia

Pediatria Geral

Pais de um lactente de 2 meses procuram o serviço médico, afirmando que a criança apresenta quadro de vômitos repetidos pós-alimentares há 1 mês, negando febre ou outros sintomas. Ao exame físico, o lactente encontra-se hipoativo, com desidratação moderada e é possível perceber pequena tumoração à palpação abdominal do epigástrio. Diante desse quadro, a hipótese mais provável para o diagnóstico, o exame complementar mais adequado e o tratamento são, respectivamente:

A
Estenose hipertrófica de piloro; endoscopia; jejum e descompressão gástrica.
B
Pâncreas anular, colangiopancreatografia; jejum e descompressão gástrica.
C
Estenose hipertrófica de piloro; ultrassonografia de abdome; tratamento cirúrgico.
D
Estenose hipertrófica de piloro; seriografia esôfago-estômago-duodeno; jejum e descompressão gástrica.
E
Pâncreas anular; pHmetria e tratamento cirúrgico.
Homem de 48 anos, transferido do pronto-atendimento com história de hematêmese e melena, de inicio há 12 horas. Já fez consulta há 6 meses com hepatologista por ter sido detectado problema numa doação de sangue. Nega antecedentes de alcoolismo, sabe ser hipertenso e não se trata, relatando acidente automobilístico com transfusão sanguinea na adolescência. Exame físico: PA = 100/60 mmHg, FC = 140bpm, com respiração ofegante e agitação psicomotora. Está com veia de grosso calibre puncionada. Hemoglobina = 7,5g/dl. Qual a conduta imediata ?
Entre os itens abaixo, qual não é considerado indicação para o uso de plasma?
Quanto à presença de anemia materna durante o ciclo gravídico-puerperal, é CORRETO afirmar que:
Pré-escolar de dois anos apresenta febre de 39°C e vômitos. Ao exame: moderada hiperemia de orofaringe e pequenas úlceras nos pilares anteriores das amígdalas. Sua principal impressão diagnóstica é faringoamigdalite aguda por:
Compartilhar