Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Qual a conduta imediata preconizada para um paciente que chega à emergência queixando-se de palpitação súbita há 25 minutos, encontrando-se taquicárdico (FC = 200 bpm), dispneico (FR > 30 ipm, presença de estertores em bases), sudorese fria, leve letargia e hipotenso (PA = 70/50 mmHg) com ECG mostrando quadro de Fibrilação Atrial?

A
Desfibrilação imediata com 360 Joules.
B
Cardioversão Elétrica Sincronizada iniciando-se com 100 Joules.
C
Bolus de 150 a 300 mg de Amiodarona EV, seguida de posterior infusão contínua de droga (01 mg/min primeiras 6 horas e 0,5 mg/mn nas 18 horas seguintes).
D
Digitálico EV.
E
Betabloqueador EV (Metoprolol 05mg EV em bollus, podendo-se repetir até dose máxima de 15 mg).
Todas as abaixo estão associados ao hipotireoidismo congênito, EXCETO:
Qual conduta deve ser adotada em recém-nascido de mãe com tuberculose pulmonar bacilífera?
Uma paciente de 45 anos, IMC: 38 Kg/m2, tabagista, é submetida a colecistectomia por acesso laparotômico, eletivamente. No dia seguinte está com febre (38,5ºC), mal-estar, com hipoventilação na base do hemitórax direito. A causa mais provável é:
Mulher, 45 anos, obesa, relata dor no hipocôndrio direito há 8 horas, tipo surda, e vômitos. O exame físico mostra dor e defesa no hipocôndrio direito, parada inspiratória à palpação profunda do referido local. O resultado do exame de sangue foi: leucocitose e elevação discreta da bilirrubina sérica e da transaminase. O exame mais útil para o diagnóstico é:
Compartilhar