Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Para se utilizar a imunoglobulina anti-Rh na profilaxia da doença hemolítica perinatal, a mãe e o recém-nascido devem possuir as seguintes características quanto ao Rh e Coombs indireto materno e ao Rh e Coombs direto do recém-nato, respectivamente:

A
negativo, negativo, positivo e negativo.
B
positivo, negativo, negativo e positivo.
C
positivo, negativo, positivo e negativo.
D
negativo, positivo, positivo e negativo.
Lactente de 2 anos de idade, vítima de acidente automobilístico, é arremessada de carro, pois não estava em uso de cadeirinha de proteção. É trazida pelos bombeiros à sala de emergência em uso de colar cervical, onde se encontra torporosa com resposta inespecífica à dor, sem abertura ocular. Pálida, sudorética, pulsos finos, FC: 160 bpm, FR: 35 irpm; entrada de ar diminuída difusamente; abdome distendido, com tatuagem traumática. Em relação à conduta imediata neste caso é CORRETO afirmar:
Paciente feminina de 24 anos, com diagnóstico de LES há 6 anos, vinha em tratamento conservador, em uso de Prednisona 5 mg ao dia. A mesma ficou grávida e após 7 meses de gestação iniciou com Hipertensão (150/100), Edema de Membros Inferiores (3+/4), Proteinúria (3+/4). Apresentou crise convulsiva, plaquetopenia (75.000) que diminuíram para 45.000; Aumento de Transaminases e anemia aguda (Hb = 7,0). Evoluiu com piora da função renal. Cr (1,0 -> 4,5) e anúria. Dores articulares importantes e piora do rash malar. C3 e C4 abaixo dos valores normais; Anti-DNA elevado. Baseado neste caso, responda. Qual das medidas abaixo não seria prudente a ser tomada?
Assinale a alternativa INCORRETA:
As alternativas abaixo contêm apenas anemias classicamente microcíticas, exceto:
Compartilhar