Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Para uma paciente pós-menopausada, sem fogachos, com queixa de dispareunia e secura vaginal, a conduta proposta seria:

A
o uso de estrogênios para melhorar o trofismo (oral e tópico).
B
o uso de estrogênios associados a progestágenos para proteção concomitante do endométrio.
C
o uso de estrogênio tópico e lubrificantes.
D
o uso de tibolona visando melhora do muco e da libido.
E
a dosagem de FSH e estradiol para estabelecer a posologia hormonal a ser usada.
Adolescente de 11 anos, sexo masculino, é atendido em consulta de rotina com os seguintes parâmetros: peso = 60 Kg (acima do percentil 97), estatura de 145cm (percentil 50), pressão arterial de 130x90 mmHg (acima do percentil 95, na tabela de níveis pressóricos por idade, sexo e percentil de estatura) e índice de massa corpórea (IMC) de 28,5 (acima do percentil97), estágio puberal G2P2 pelos critérios de Tanner. No exame da pele apresenta manchas escuras e espessadas em região cervical, axilas e na região medial de coxas. Quais os problemas você listraria nesta história clínica?
A Resolução CFM nº 1480/97, após definir os critérios para diagnóstico de morte encefálica, determina, para a faixa etária indicada à esquerda, o seguinte intervalo mínimo entre duas avaliações clínicas:
Em relação às artrites bacterianas, é correto afirmar:
Menino, 10 anos de idade, apresenta queixa de 3 meses de dor em coxa e joelho esquerdo, queda do estado geral e perda de peso. Ao exame clínico, há aumento de volume doloroso em terço distal de coxa, claudicação e limitação de mobilidade do joelho. Os exames de imagem mostram lesão lítica/permeativa metafiso-diafisária de fêmur, sem limites precisos, com reação periosteal, erosão de cortical e invasão de partes moles. A análise histológica de biópsia cirúrgica óssea mostra padrão uniforme de células pequenas, redondas, com núcleos arredondados e pouco estroma. Qual dos diagnósticos abaixo é o mais provável para essa situação?
Compartilhar