Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Peri, 35 anos, é atendido pelo GSE em via pública, após acidente automobilístico. Está alcoolizado, apresenta trauma torácico, com desconforto respiratório e hipotensão (PA 90/60 mmHg), que responde a infusão de cristaloides; FC 100 bpm, FR 28 irpm. Submetido a cateterismo vesical que dá saída a 50 ml de urina sanguinolenta, à ultrassonografia abdominal que revela moderada quantidade de líquido livre na cavidade peritoneal; à radiografia de tórax com hipotransparência difusa em hemitórax esquerdo. Ao ser transportado para o Serviço de Radiodiagnóstico, Peri apresenta novo quadro de hipotensão. O lavado peritoneal é positivo para sangue. Submetido à laparotomia exploradora, observa-se presença de laceração esplênica linear em polo inferior do baço, medindo cerca de 4 cm de extensão e aproximadamente 4 cm de profundidade. A conduta é:

A
esplenectomia parcial.
B
esplenectomia.
C
rafia esplênica.
D
ligadura de artéria esplênica.
O carcinoma esofágico caracteriza-se por:
Das etiologias de cirrose hepática abaixo, qual a mais frequente como indicação de transplante hepático no adulto atualmente no Brasil?
Assinale a alternativa que apresenta uma substância que inibe a liberação de gastrina e de insulina, reduz a motilidade gastrointestinal e é produzida no pâncreas, estômago e intestinos.
Assinale (V) para alternativas VERDADEIRAS e (F) para as FALSAS: ( ) Uma gestante HIV positivo, linfócitos TCD4 + de 180 cel/mm³, que faz todas as orientações propostas e chega ao final da gestação com Carga Viral para HIV indetectável, está liberada para amamentar seu bebê. ( ) Um paciente HIV positivo em seu primeiro esquema de tratamento com antiretrovirais, assintomático, pode ser recomendado a fazer suspensões temporárias dos antirretrovirais, não implicando na eficácia do tratamento a longo prazo. ( ) Um paciente HIV positivo assintomático com TCD4+ = 500 células/mm³ e carga viral = 250.000 cópias/ml enquadra-se nos critérios de início de terapia com antirretrovirais conforme consenso brasileiro atual. ( ) Um paciente HIV positivo assintomático, com TCD4+ = 300 células/mm³ e carga viral = 50.000 cópias/ml enquadra-se nos critérios de início de terapia com antirretrovirais conforme consenso brasileiro atual. ( ) Um paciente HIV positivo, com cândida esofágica grave, TCD4+ = 190 células/mm³ e carga viral = 5.300 cópias/ml, enquadra-se nos critérios de início de terapia com antirretrovirais conforme consenso brasileiro atual. A sequência CORRETA está na alternativa:
Compartilhar