Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Peri, 35 anos, é atendido pelo GSE em via pública, após acidente automobilístico. Está alcoolizado, apresenta trauma torácico, com desconforto respiratório e hipotensão (PA 90/60 mmHg), que responde a infusão de cristaloides; FC 100 bpm, FR 28 irpm. Submetido a cateterismo vesical que dá saída a 50 ml de urina sanguinolenta, à ultrassonografia abdominal que revela moderada quantidade de líquido livre na cavidade peritoneal; à radiografia de tórax com hipotransparência difusa em hemitórax esquerdo. Ao ser transportado para o Serviço de Radiodiagnóstico, Peri apresenta novo quadro de hipotensão. O lavado peritoneal é positivo para sangue. Submetido à laparotomia exploradora, observa-se presença de laceração esplênica linear em polo inferior do baço, medindo cerca de 4 cm de extensão e aproximadamente 4 cm de profundidade. A conduta é:

A
esplenectomia parcial.
B
esplenectomia.
C
rafia esplênica.
D
ligadura de artéria esplênica.
Paciente do sexo masculino, 42 anos, morador da zona rural, vítima de acidente ofídico crotálico há 48 horas, deu entrada no Pronto-Socorro do Hospital de Doenças Tropicais trazido por familiares. Apresenta mialgia, sonolência, diminuição do volume urinário e urina de cor “marrom”. Ao exame, ptose palpebral, desidratação +/4, pressão arterial de 110/80 mmHg e sem edema. O diagnóstico mais provável da insuficiência renal é:
Homem de 73 anos chegou ao pronto-socorro com febre, calafrios e forte dor abdominal há dois dias. Exame físico: hipotenso, desidratado, ictérico e com dor à palpação de hipocôndrio direito. O paciente recebeu hidratação e antibioticoterapia. Exames laboratoriais e de imagem: leucocitose com desvio à esquerda e cálculos em via biliar. A seguir, deverá ser encaminhado para:
Homem, 63a, queixa-se de dificuldade para iniciar a micção, jato urinário fraco e sensação de esvaziamento incompleto da bexiga, há 1 ano. Exame físico: toque retal da próstata = aumento de volume (aproximadamente 40 g), consistência fibroelástica, sem nódulos. A CONDUTA É:
Qual das opções abaixo constitui contraindicação relativa para a terapia trombolítica:
Compartilhar