Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Por definição, qual a diferença fundamental entre angina instável e infarto sem elevação do segmento ST?

A
A dor precordial é mais intensa na angina instável.
B
No infarto sem elevação do segmento ST existem marcadores de necrose detectáveis.
C
Não existe alteração eletrocardiográfica no infarto sem elevação do segmento ST.
D
Na angina instável, os marcadores de necrose encontram-se apenas levemente acima dos valores normais.
E
Não existe diferença entre angina instável e infarto sem elevação do segmento ST.
A Tetralogia de Fallot é uma cardiopatia congênita, cujo principal defeito é um desvio anterior do septo que separa as vias de saída aórtica e pulmonar. Qual alternativa está correta em relação às consequências deste defeito?
Paciente de sexo masculino, 54 anos de idade, foi à consulta urológica de rotina. Não apresentava queixas urinárias e tinha valores normais de antígeno prostático específico, mas ao exame de toque retal foi evidenciada próstata de dimensões aumentadas, assimétrica e nodular. Após esse achado, o exame recomendado para melhor investigação do caso será
São exemplos de cardiopatia onde é possível se oferecer tratamento percutâneo para sua correção de forma segura à alternativa cirúrgica, quando analisadas certas particularidas do caso:
Lactente, masculino, 33 dias de vida, é trazido para avaliação no Pronto Socorro Pediátrico devido vômitos alimentares, em jato, progressivamente mais intensos, com perda de peso intensa apesar de apetite voraz. Ao exame abdominal observa-se distensão epigástrica com ondas peristálticas visíveis, porém, dada a irritabilidade e agitação da criança, não foi possível a realização de palpação abdominal adequada. Diante do quadro clínico descrito, qual a hipótese diagnóstica inicial mais provável?
Compartilhar