Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Hematologia

Pediatria Geral

Reumatologia

Doenças Respiratórias

Pré-escolar, 4 anos de idade, apresentou resfriado comum há 8 dias, há 24 horas o pai notou "manchas vermelhas pequenas" no tronco e na face. A diurese está normal. Não há história de uso de drogas, imunizações recentes ou distúrbios hematológicos na família. Ao exame a criança está ativa, eupneica, hidratada, sem sangramento nas mucosas, hepatoesplenomegalia ou linfoadenopatia. O único dado positivo é a presença de petéquias no tronco e na face. Solicitado hemograma que evidenciou: Hb 12,0 g/dl (11,0 a 14,5), Ht = 34 ml, eritro/dl (33,0 a 43,0), leucograma = 8.000 (diferencial normal), Plaquetas 80.000/mm3 (150.000 a 450.000). Qual a principal hipótese diagnóstica?

A
Doença do von Willebrand
B
Púrpura trombocitopênica imunológica
C
Púrpura de Henoch-Schölen
D
Leucemia linfoide aguda.
E
Síndrome de Kasabach-Merritt
Mulher de 38 anos comparece ao pronto-socorro com queixa de vertigem rotatória há cerca de 1 hora, associada a náuseas, vômitos, disacusia e hipoacusia. Refere episódios prévios semelhantes, nega sintomas gripais recentemente. Para esse caso, a hipótese diagnóstica e a conduta adequada são:
Em relação à sindrome da fragilidade de idoso, é correto afirmar que
Paciente de seis anos de idade, com queixas sugestivas da Síndrome da apneia e hipopneia obstrutiva do sono (SAHOS), apresentando exame de vídeoendoscopia com hipertrofia adenoidiana obstruindo 80% do rinofaringe, foi encaminhado para adenoidectomia. Assinale a situação em que, caso esteja presente neste paciente, é necessário associar amigdalectomia.
Dos tipos raros de hérnias, a que tem em seu conteúdo um divertículo de Meckel é a
Compartilhar