Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Pré-escolar de 4 anos, apresenta tosse crônica produtiva com expectoração purulenta desde os 3 anos, que se iniciou após episódio de crise de tosse intensa e súbita com duração de uma semana. Na semiologia pulmonar auscultam-se estertores na base pulmonar do hemitórax direito, e a radiografia do tórax evidencia imagens de dilatação brônquica localizadas no lobo inferior direito. A hipótese principal é:

A
Abscesso pulmonar.
B
Aspiração de corpo estranho.
C
Mucoviscidose.
D
Tuberculose.
E
Asma.
Um homem de 65 anos chega para avaliação com dor no ombro direito de 7 meses de evolução, com piora recente.Ele refere ser nadador há vários anos na categoria senior, com treinamento regular relativamente intenso. Refere que o ombro direito tem doído na braçada estilo livre (crawl) já há 7 meses, mas que, há uma semana, sentiu uma forte dor no mesmo ombro ao pegar o neto no colo. Desde então, tem tido dificuldade de fazer a abdução do membro superior direito e até mesmo dormir sobre esse lado. Ao exame físico, apresenta dor na mobilização do membro superior direito, com dificuldade de manter a abdução do ombro no plano lateral a 30 graus. A manobra de Jobe é positiva à direita. Com relação a esse caso, é correto afirmar:
Em relação à hipertensão pulmonar, assinale a alternativa INCORRETA.
Paciente feminina, 47 anos, previamente hígida, deu entrada, no pronto atendimento, às 20 horas, com história de dor em hipocôndrio direito de forte intensidade, de início pela manhã do mesmo dia, associado à náusea e vômitos biliosos. Nega episódios semelhantes anteriores. Nega comorbidades associadas. Ao exame físico, a paciente mostra-se estável hemodinamicamente, anictérica, com dor à palpação abdominal em quadrante superior direito e sinal de Murphy positivo. O restante do exame físico apresenta-se sem alterações. Referente ao provável diagnóstico do enunciado acima, assinale a alternativa CORRETA:
Ao realizar uma cardiotocografia basal em uma paciente portadora de gestação de alto risco registraram-se oscilações dos batimentos cardíacos fetais (bpm) com amplitude variando entre 10 e 25 bpm e frequência acima de duas oscilações por minuto. Com base nesses dados podemos afirmar:
Compartilhar