Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Neurologia

Pré-escolar de 4 anos, chega ao atendimento com história de crise convulsiva de início há 15 minutos, sem febre, clônica generalizada. Após rápida avaliação inicial e estabilização das vias aéreas, conseguido acesso venoso periférico onde é realizado diazepam endovenoso, sem diluir, na dose de 0,5 mg/kg. Após 10 minutos observa-se que o paciente persiste em crise. Qual a medicação MAIS CORRETA a ser ofertada neste momento?

A
Repetir diazepam na mesma dose, agora diluído em 20 ml de SF 0,9%.
B
Midazolam 0,1 mg/kg IM ou EV.
C
Fenobarbital 15 mg/kg IM ou EV.
D
Fenitoína 20 mg/kg EV.
E
Aguardar resultado do EEG para decidir qual melhor droga a utilizar.
Um menino de 6 anos, vacinado com BCG ao nascer, filho de mãe recém-diagnosticada para tuberculose por baciloscopia de escarro positiva, teve uma reação de 11 mm à prova tuberculínica. Sua avaliação clinica e radiografia do tórax não apresentam alterações. A conduta indicada é:
A chamada Tríade da Fissura Anal Crônica é caracterizada por:
Augusto, 34 anos, chega à Unidade Básica de Saúde queixando-se de estar “alterado” há 08 meses. Conta que evita contato com as pessoas, sente-se totalmente desestimulado no trabalho e percebe perda das emoções e do prazer, além de déficit de atenção e dificuldade para responder perguntas. Declara que os colegas do trabalho querem ocupar seu cargo na empresa e, por isso, fazem piadas e comentários, às escondidas, da sua situação, o que o deixa mais isolado. Nítido descuido da aparência pessoal. Assinale o diagnóstico mais provável:
Recém-nascido a termo com 12 horas de vida encontra-se ictérico, até Zona III de Kramer. Seu tipo sanguíneo é A, Rh positivo, Teste de Coombs direto positivo. Trata-se do terceiro filho de puérpera cujo tipo sanguíneo é O, Rh negativo, Teste de Coombs indireto negativo. O diagnóstico mais provável e a conduta mais adequada para o caso são:
Compartilhar