Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Neurologia

Pré-escolar de 4 anos, chega ao atendimento com história de crise convulsiva de início há 15 minutos, sem febre, clônica generalizada. Após rápida avaliação inicial e estabilização das vias aéreas, conseguido acesso venoso periférico onde é realizado diazepam endovenoso, sem diluir, na dose de 0,5 mg/kg. Após 10 minutos observa-se que o paciente persiste em crise. Qual a medicação MAIS CORRETA a ser ofertada neste momento?

A
Repetir diazepam na mesma dose, agora diluído em 20 ml de SF 0,9%.
B
Midazolam 0,1 mg/kg IM ou EV.
C
Fenobarbital 15 mg/kg IM ou EV.
D
Fenitoína 20 mg/kg EV.
E
Aguardar resultado do EEG para decidir qual melhor droga a utilizar.
Sobre as hérnias inguinais, é correto afirmar que:
Uma mulher de 30 anos, com queixa de diplopia e fraqueza nos braços e pernas, apresenta paresia do VI par craniano, diminuição de força proximal de membros superiores e inferiores e anticorpo antirreceptor de acetilcolina positivo. O diagnóstico MAIS PROVÁVEL é de:
Mulher de 85 anos, hipertensa, com fibrilação atrial (FA) permanente, recentemente internada por insuficiência cardíaca. Com relação à FA, a conduta DEVE SER:
Os exames laboratoriais que devem ser solicitados para acompanhamento clínico de uma mulher de 49 anos de idade, menopausada há dois anos, sem queixas, com exame físico geral e ginecológico normais, são:
Compartilhar