Questões na prática

Pediatria

Neonatologia

Doenças Respiratórias

Prematuro de 27 semanas e 1080g, com 60 horas de vida, está em ventilação mecânica com parâmetros mínimos após ter recebido 2 doses de surfactante. A primeira, com 2 horas, e a segunda, com 12 horas de vida, respectivamente. Há 3 horas, apresenta queda da saturação com necessidade de aumento de parâmetros ventilatórios. Ao exame, apresenta frequência cardíaca entre 168 a 180 bpm, precórdio hiperdinâmico, sopro sistólico em terceiro espaço intercostal esquerdo e pulso amplo. Gasimetria, com aumento de PCO2 e dimuição da PaO2. Neste momento, o diagnóstico mais provável, devido à piora clínica deste prematuro, é:

A
Pneumotórax hipertensivo bilateral.
B
Displasia broncopulmonar.
C
Hipertensão pulmonar persistente.
D
Pneumonia por streptococcus do grupo B.
E
Persistência do canal arterial.
Deve-se considerar a possibilidade de problema de desenvolvimento quando o menor de 28 dias de vida:
MAVS, 28 anos foi vítima de um acidente automobilístico. Após estabilização e investigação secundária foram encontradas três costelas fraturadas no hemitórax esquerdo associadas a um pequeno pneumotórax e lavado peritonial sugestivo de conteúdo hemático. Analise as alternativas abaixo e assinale a medida mais importante antes de se proceder a laparotomia:
Considere os achados abaixo: I. Presença de bronquiectasias; II. Presença de carcinoma brônquico; III. Presença de Streptococcus pneumoniae. Quais deles devem ser considerados na avaliação de um paciente que apresenta pneumonias de repetição ou pneumonias que não respondem a tratamento adequado?
O câncer cervical (uterino) invasivo é considerado evitável, porque possui um longo estado pré-invasivo, existem programas de rastreio com citologia cervical, e o tratamento das lesões pré-invasivas é efetivo. Quanto ao câncer cervical:
Compartilhar