Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Primigesta de 16 anos, sem acompanhamento pré-natal, com 31 semanas, apresenta cefaleia, epigastralgia e escotomas. A pressão arterial é de 140/100 mmHg. Recomendam-se, no caso dessa paciente:

A
internação, sulfato de magnésio e complementação laboratorial.
B
acompanhamento ambulatorial semanal, anti-hipertensivo e corticoterapia.
C
internação, corticoterapia e indução com misoprostol.
D
internação, complementação laboratorial e interrupção da gravidez.
Mulher de 58 anos de idade, em uso de terapia hormonal combinada contínua há 6 anos. Há 4 meses apresenta sangramento vaginal esporádico discreto. A ultrassonografia mostra endométrio de 8 mm e miométrio homogêneo. Com esses dados a conduta é:
São indicações de tratamento cirúrgico das fraturas diafisárias do úmero, exceto: 
Uma mulher de 40 anos chega à emergência do HUWC depois de uma queda enquanto saía do ônibus sentindo forte dor no braço direito. O exame físico sugere fratura do úmero, confirmada após exame radiológico. Ela consegue estender o antebraço no cotovelo, mas seu movimento de supinação parece enfraquecido e seu aperto de mão é muito fraco comparado ao da mão esquerda. Percebe-se que ela está incapaz de estender o punho, permanecendo a mão caída. A paciente apresenta enfraquecimento considerável na supinação quando a articulação do cotovelo está completamente estendida, no entanto, pequeno enfraquecimento evidente no movimento de supinação quando o cotovelo é fletido parcialmente. Qual a opção que dá o motivo desta observação?
Paciente portador de endocardite bacteriana apresenta quadro de dor abdominal no quadrante superior esquerdo e esplenomegalia. A tomografia computadorizada de abdome mostra coleção intraesplênica multiloculada com nível hidroaéreo. O tratamento correto é:
Compartilhar