Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Primigesta de 20 anos, 40 semanas de gestação, sem doença, apresenta-se em consulta de pré-natal sem queixas. Ao exame físico geral, não se constatam alterações; altura uterina = 34 cm; dinâmica uterina ausente; frequência cardíaca fetal = 132 bpm; toque = colo grosso, posterior e impérvio. Conduta:

Em relação ao Esôfago de Barrett, assinale a alternativa correta:
Assinale a alternativa CORRETA sobre o tratamento farmacológico da síndrome do pânico:
Jovem de 17 anos, sexo feminino, é trazida ao ambulatório de Clínica Médica pelos pais. A queixa é de comportamento 'fora dos padrões' e solicitam investigação adequada. Referem que há cerca de dois anos a mesma apresenta hábitos alimentares aberrantes, chegando a comer '10 pacotes de batatas fritas e incontáveis biscoitos e bombons de chocolate' em um dia. Após este 'dia de farra de comida' (referência dada pelos pais), passa de dois a três dias em intensa atividade física na academia de musculação - com sessões de 6 a 8 horas diárias - sem alimentar-se ou ingerir líquidos adequadamente. Esses ciclos alternantes vêm se repetindo 2 a 3 vezes por semana por pelo menos 6 meses. Durante entrevista, a paciente confirmou as informações dadas pelos pais e referiu que come exagerado por perder o controle, mas que sente-se extremamente infeliz após tais episódios. Relata que se acha um pouco acima do peso, mas nega indução de vômitos ou uso de laxantes em qualquer época. Nega alucinações visuais ou auditivas. A avaliação mostrou plena orientação pessoal, temporal e espacial; o índice de massa corpórea era de 26 kg/m²; as mucosas estavam levemente ressecadas; demais aspectos do exame físico estavam normais. Foi realizada avaliação bioquímica que não demonstrou alterações. Com base nestes dados, qual o diagnóstico mais provável?
Mulher, 24 anos de idade, estava na moto e foi atropelada por um ônibus. Foi trazida à emergência inconsciente, intubada (sonda nasotraqueal) e em ventilação assistida. FC de 140 bpm e PA de 80/40 mmHg. Após administração de 2.000 ml de solução cristaloide, não houve melhora significativa dos parâmetros hemodinâmicos. As próximas medidas para investigação e tratamento da hipotensão são:
Compartilhar