Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Primigesta é admitida em período expulsivo, tendo seu parto sido assistido pelo médico residente de plantão. O médico residente observou que o pólo cefálico do concepto se desprendeu sob a variedade occipitopúbica, realizou o movimento de deflexão e o movimento de restituição ocorreu em direção ao lado direito. Considerando os mecanismos habituais do mecanismo de parto na apresentação cefálica de vértice, o residente pôde concluir que:

A
O feto provavelmente se insinuou com o occipital voltado para a direita, com dorso na posição 2 e restituiu em consequência da rotação interna das espáduas
B
O feto provavelmente se insinuou com o occipital voltado para a esquerda, com dorso na posição 2 e restituiu em consequência da rotação interna das espáduas
C
O feto provavelmente se insinuou com o occipital voltado para a direita, com dorso na posição 1 e restituiu em consequência da rotação interna da cintura pélvica
D
O feto provavelmente se insinuou com o occipital voltado para a direita, com dorso na posição 2 e restituiu em consequência da rotação interna da cintura pélvica
E
O feto provavelmente se insinuou com o occipital voltado para a esquerda, com dorso na posição 1 e restituiu em consequência da rotação interna das espáduas
Com relação ao refluxo gastroesofágico (RGE) na infância, considerar as assertivas abaixo: I - O relaxamento transitório do esfíncter esofágico inferior, sem correlação com a deglutição, é considerado o mecanismo fisiopatológico mais importante do RGE. II - Os episódios de vômitos podem ser reduzidos se a criança, ao receber a alimentação, que deve ser hipercalórica, com alto teor de gordura e em pequenas quantidades, estiver sentada. III - A pHmetria esofágica de 24 horas é o exame que apresenta melhores sensibilidade e especificidade. É (São) correta(s) a(s) assertiva(s):
A síndrome da apnéia-hipopnéia do sono obstrutiva (SAHSO) é caracterizada por episódios recorrentes de obstrução parcial ou total das vias aéreas superiores durante o sono, o que resulta em dessaturação da oxihemoglobina e despertares. Entre os fatores anatômicos e variáveis abaixo citados, qual tem MAIOR valor preditivo para essa síndrome? Referências: UNIFESP-EPM - Guias de medicina ambulatorial e hospitalar - Pneumologia. Editora Manole 2006. Síndrome da apnéia-hipopnéia do sono obstrutiva (SAHS0), páginas 629-638. COELHO J. Manual de clínica cirúrgica - cirurgia geral e especialidades. Editora Atheneu 2009.
Fabiana, 14 anos, veio acompanhada com a mãe à consulta com seu médico de família. Fabiana queixa-se de “espinhas” e muito preocupada, pois ainda “não ficou menstruada e todas as amigas já ficaram”. Ao examinar Fabiana, o médico avaliou de acordo com a classificação de Tanner, que Fabiana se encontrava nos estádios M3, P3. Peso: 46Kg e Estatura: 1,55 m. Quanto ao desenvolvimento puberal de Fabiana, qual a hipótese diagnóstica mais provável?
Considerando as afecções dermatológicas, associe a segunda coluna de acordo com a primeira. Coluna 1 1. Impetigo. 2. Erisipela. 3. Ectima. Coluna 2 ( ) Ulceração rasa (exulceração) coberta por crosta melicérica, com margem endurecida, elevada e violácea; a base da úlcera é granulosa. ( ) Inicialmente se apresenta com vesículas e pústulas, e, com a evolução do quadro, surgem as crostas melicéricas. ( ) Placa edematosa, endurada, elevada e dolorosa, com bordas bem definidas, eritematosa e brilhante; acomete principalmente membros inferiores e face. A ordem correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:
Compartilhar