Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Primigesta é internada em trabalho de parto espontâneo com 4 cm de dilatação cervical. Após 3 horas de evolução, recebeu analgesia com bloqueio combinado raquiperidural, quando apresentava dilatação cervical de 7 cm. Após mais 3 horas, toque vaginal revela fino rebordo de colo uterino no lábio anterior, feto em apresentação cefálica com a sutura sagital alinhada no diâmetro ânteroposterior do estreito inferior, no plano +3 de De Lee, com batimentos cardíacos fetais basais de 105 bpm, chegando a 68 bpm em cada contração, com saída espontânea de líquido meconial espesso. No momento, a frequência de contrações espontâneas é 5 por minuto. Conduta indicada:

A
Administrar terbutalina subcutânea para diminuir a frequência de contrações uterinas, permitindo a reoxigenação fetal adequada entre as contrações, e aguardar a expulsão fetal espontânea.
B
Realizar cesárea de emergência, por laparotomia mediana, que possibilitará a extração fetal em poucos minutos.
C
Extração fetal imediata utilizando fórcipe para abreviação do período expulsivo.
D
Hidratação materna vigorosa e rápida com soro fisiológico, por acesso venoso calibroso, para inibir a produção hipofisária de ocitocina e assim adequar as contrações uterinas à vitalidade fetal.
E
Utilizar soro com ocitocina para aumentar a contratilidade uterina e acelerar o nascimento espontâneo; simultaneamente, melhorar a reserva fetal administrando-se oxigênio em máscara a 12 litros por minuto.
A maioria dos agentes espermaticidas usados para fins contraceptivos contém como princípio ativo o nonoxinol-9. Relativamente a esses contraceptivos, pode-se afirmar que: I - quando usados isoladamente, proporcionam uma taxa de falhas em torno de 15% ao ano. II - atuam por meio de uma ação tóxica sobre o esperma, e como barreira mecânica ao acesso do canal cervical. III - o uso frequente está associado a lesões genitais que podem aumentar o risco de transmissão de HIV. Assinale a alternativa correta.
Na assistência ao parto, a episiotomia: I - aumenta o risco de prolapso uterino. II - ocasiona menos dor quando é mediana. III - somente está indicada no primeiro parto. Qual a alternativa correta?
São fatores de risco para câncer de endométrio, EXCETO:
Em relação à infecção puerperal, pode-se afirmar que: I - útero amolecido e doloroso à palpação, febre e lóquios fétidos são sugestivos de endometrite. II - trabalho de parto prolongado, tempo de cesariana superior a 60 minutos e amniorrexe prematura são fatores predisponentes para endometrite puerperal. III - é considerada febre puerperal com aumento de risco da morbidade materna, temperatura axilar de 38°C ou mais, verificada em duas ocasiões distintas, 24 horas após o parto. Qual a alternativa correta?
Compartilhar