Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Primigesta tabagista de 25 anos, 28 a semana de gestação, apresenta na consulta de pré-natal altura uterina de 23 cm. Neste caso, para confirmar a principal hipótese diagnóstica é indicado:

A
realizar cardiotocografia fetal anteparto computadorizada com especial atenção à “short term variation”.
B
realizar estudo dopplervelocimétrico das artérias umbilicais com especial atenção ao fluxo diastólico inicial.
C
repetir a medida da altura uterina em duas semanas para observar o padrão de crescimento.
D
realizar perfil biofísico fetal com especial atenção ao volume de líquido amniótico.
E
realizar ultrassonografia obstétrica com especial atenção ao peso fetal estimado.
Qual dos fatores abaixo está relacionado ao adenocarcinoma de esôfago?
Para paciente com quadro clínico grave de pancreatite em que há suspeita de necrose pancreática, qual o exame mais indicado?
Considere as afirmações abaixo sobre avaliação e preparo pré-operatórios. I - O paciente cirúrgico, segundo Classificação ASA (American Society of Anesthesiology), pode ser ordenado em 5 graus de estado de saúde. Pacientes da classe III devem ser levados apenas às cirurgias necessárias e inadiáveis. II - A realização de eletrocardiograma é mandatória nos pacientes cirúrgicos e, para ser válido na avaliação dos referidos pacientes, o eletrocardiograma deve ser realizado dentro do período de, no mínimo, 1 mês antes da cirurgia. III - O infarto do miocárdio perioperatório, além de ocorrer de forma silenciosa na maioria dos casos, costuma ter uma mortalidade elevada, em torno de 50% a 70%. Qual alternativa está correta?
Paciente de 52 anos procura atendimento médico, pois percebeu aumento do volume cervical à direita. Ao exame físico, o achado mais significativo é que a lesão move-se à deglutição. Qual a origem mais provável dessa lesão?
Compartilhar