Questões na prática

Oftalmologia

Quais as doenças comuns das pálpebras?

A
Ambliopia, Blefaroptose, Calázio, Aniridia.
B
Calázio, Aniridia, Coloboma, Amaurose.
C
Blefarite, Hordéolo, Calázio, Epicanto.
D
Aniridia, Hordéolo, Blefarite, Amaurose.
E
Amaurose, Aniridia, Epicanto, Coloboma.
Criança nasceu com idade gestacional de 37 semanas, por cesárea eletiva, em boas condições (Apgar de 7 e 9 no 1º e 5º minutos de vida). Logo após o nascimento apresentou desconforto respiratório caracterizado por taquipneia, retrações intercostais e gemido audível sem estetoscópio, requerendo oxigênio suplementar já na sala de parto. Encaminhada a UTI neonatal, mantinha quadro respiratório sendo colocada em capacete de oxigênio. Realizada radiografia de tórax com 3 horas de vida, que mostrou hiper-insuflação, derrame intercisural e aumento da trama Peri-hilar. O diagnóstico mais provável:
Dentre os tumores das glândulas salivares que acometem a parótida, destaca-se um tipo denominado de “nódulo quente da parótida”, devido a sua reconhecida capacidade de captar intensamente o tecnécio. Identifique-o nas alternativas abaixo:
Luciana de 65 anos, agendada para cirurgia de colecistectomia via laparoscópica, com história clínica e exames pré-operatórios dentro dos padrões normais. Durante a indução do pneumoperitônio, apresentou hipotensão e bradicardia importantes. Qual a causa mais provável deste fato?
Milton, 58 anos, natural de Minas Gerais, hipertenso há 20 anos, chega à emergência com dor abdominal aguda seguida por distensão e vômitos fecaloides, há 24 horas. História de cirurgia para apendicite aguda há 24 anos e doença diverticular. Exame físico: Temperatura axilar 36,5º C, pressão arterial 90x60 mmHg, frequência cardíaca 108bpm. Frequência respiratória 28 irpm. Exames laboratoriais iniciais: hematócrito 45%, leucócitos 10.000/mm³ de bastões, creatinina 1,6 mg/dl, ureia 82 mg/dl, K 4,9 mEq/I, Na 140 mEq/I. As alterações hemodinâmicas se devem a:
Compartilhar