Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Qual a conduta imediata preconizada para um paciente que chega à emergência queixando-se de palpitação súbita há 25 minutos, encontrando-se taquicárdico (FC = 200 bpm), dispneico (FR > 30 ipm, presença de estertores em bases), sudorese fria, leve letargia e hipotenso (PA = 70/50 mmHg) com ECG mostrando quadro de Fibrilação Atrial?

A
Desfibrilação imediata com 360 Joules.
B
Cardioversão Elétrica Sincronizada iniciando-se com 100 Joules.
C
Bolus de 150 a 300 mg de Amiodarona EV, seguida de posterior infusão contínua de droga (01 mg/min primeiras 6 horas e 0,5 mg/mn nas 18 horas seguintes).
D
Digitálico EV.
E
Betabloqueador EV (Metoprolol 05mg EV em bollus, podendo-se repetir até dose máxima de 15 mg).
Paciente de 50 anos de idade, tabagista 20 cigarros/dia, há 30 anos, é admitido com história de 3 dias de febre alta, tosse produtiva, expectoração amarela, dor torácica e dispneia progressiva. Ao exame, estava pálido, leve icterícia de mucosas, com batimentos de aletas nasais, frequência respiratória de 34 incursões por minuto, pressão arterial de 90 x 60 mmHg. RX de tórax mostra condensação alveolar em terço médio e superior de pulmão direito, hemograma com 18500 leucócitos com 7600 bastões, ureia de 60 (normal até 40), creatinina de 1,6, bilirrubinas de 3,5 mg%. Mesmo com hidratação vigorosa, a pressão arterial do paciente não se altera na emergência, e o mesmo é admitido na Unidade de Terapia Intensiva. Terapêutica mais adequada é:
Paciente portador de HIV, chega ao ambulatório com resultado de PPD - induração de 6mm. A conduta correta, considerando que não tem qualquer sintoma, é:
Assinale a alternativa correta em relação a febre:
Ao examinar um paciente com quadro de DPOC, você detecta o bordo inferior do fígado a 4 cm do RCD, consistência normal, sem nódulos, indolor. É correto afirmar apenas com este dado que:
Compartilhar