Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Dermatologia

Dermatologia

Qual a melhor conduta para um caso de hanseníase dimorfa, baciloscopia 2+, com reação tipo I?

A
introduzir talidomida na dose de 100 a 400 mg ao dia.
B
iniciar tratamento específico para hanseníase somente após a melhora do edema das lesões, obtida com corticoide.
C
iniciar com pentoxifilina 400 mg ao dia. Suspender dose autoadministrada e manter a dose supervisionada até o controle total da reação.
D
iniciar tratamento específico juntamente corticoterapia sistêmica.
E
iniciar imediatamente tratamento específico da hanseníase. Após 6 meses do início do tratamento, introduzir talidomida e prednisona.
Na síndrome extrapiramidal tóxica podem ser observados todos abaixo, EXCETO:
Dona Elsa faz seu tratamento de hipertensão há muitos anos na unidade de saúde da família onde você trabalha. Hoje, você irá consultar o seu filho Marcelo que acaba de chegar à cidade. Marcelo tem 40 anos e descobriu há 3 meses ser hipertenso. Ao exame, está com níveis pressóricos elevados, apesar do uso correto da medicação, e sobrepeso. Ele refere que sempre fica nervoso quando vai ao médico. Você o orienta a, EXCETO:
Sobre o sistema BI-RADS é correto afirmar que:
Assinale a alternativa em que NÃO são encontradas fasciculações:
Compartilhar