Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Nefrologia

Qual a MELHOR escolha, entre as drogas abaixo, para tratamento de paciente do sexo masculino, de 70 anos, portador de hipertensão arterial sistêmica, insuficiência cardíaca (classe funcional III) e insuficiência renal crônica não dialítica (clearance de creatinina = 35 ml/min), que tem glicemias de jejum acima de 200 mg/dl, em três ocasiões distintas, já com dieta para diabético?

A
metformina
B
clorpropamida
C
rosiglitazona
D
glimepirida
E
insulina inalatória
Paciente apresentando icterícia obstrutiva devido a cálculo biliar, medindo 2,2 cm, impactado no infundíbulo da vesícula fazendo compressão extrínseca do ducto hepático comum. Qual o diagnóstico?
São dados laboratoriais úteis no diagnóstico de esferocitose hereditária, exceto:
No quarto dia de internação, na unidade coronariana, Carlos apresenta dispneia de decúbito. Exame físico: FR 35 irpm, oximetria de pulso SaO2 89%, estertores crepitantes até 1/3 médio de ambos os pulmões, pressão venosa da jugular aumentada, presença de B3, sopro holossistólico (3+/6) em ápice, com irradiação para o bordo esternal esquerdo. A colocação de máscara de oxigênio com reservatório fez a SaO2 aumentar para 91%. O paciente mantém-se desperto cianótico e com pulsos arteriais periféricos de baixa amplitude; FR 35 irpm, PA 125 x 90 mmHg. O traçado do ECG no monitor cardíaco não mostra arritmias. Diante desta situação deve-se, inicialmente:
Elis nasceu há 40 dias de parto normal, sem intercorrências, com 2710 g. Recebe aleitamento materno exclusivo e em livre demanda, acorda duas a três vezes à noite para mamar e os pais têm que permanecer cerca de uma hora com a criança dormindo no colo, em pé, para que arrote. Exame físico: bom estado geral, ativa, peso 3.830 g. O pediatra diz que se trata de refluxo gastroesofágico:
Compartilhar