Questões na prática

Pediatria

Cirurgia

Cirurgia Pediátrica

Qual a variante anatômica e maior incidência da atresia esofágica e da fístula traqueoesofágica congênita?

A
Atresia de esôfago, sem fístula traqueoesofágica.
B
Atresia de esôfago, com fístula traqueoesofágica distal.
C
Fístula traqueoesofágica, sem atresia de esôfago.
D
Atresia de esôfago, com fístula traqueoesofágica proximal.
São fatores de risco para neoplasia maligna de testículo:
Marque a alternativa correta.
A cirurgia de Sistrunk é utilizada no tratamento do (a):
Adolescente, 15 anos, chega à emergência do HUAP em franco trabalho de parto. Nega ter feito pré-natal e não sabe relatar a data da última menstruação. Ao exame: colo uterino 100% apagado e dilatação de 8 cm. Encaminhada à sala de parto onde deu à luz um RN do sexo masculino, IG Ballard de 29 semanas e PN de 980 g, AIG. No final do primeiro minuto de vida o RN encontrava-se pálido, flácido, com frequência cardíaca de 60 bpm/min, sem drive respiratório e sem reação ao cateter na narina. O índice de Apgar para este RN no primeiro minuto é:
Compartilhar