Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Pneumologia

Dermatologia

Qual conduta deve ser adotada em recém-nascido de mãe com tuberculose pulmonar bacilífera?

A
Vacinar imediatamente com BCG.
B
Administrar Isoniazida por três meses e, então, solicitar PPD. Se negativo, fazer BCG e suspender a profilaxia.
C
Afastar a criança da mãe, recomendar a não amamentação, vacinar com BCG e iniciar isoniazida para profilaxia.
D
Vacinar imediatamente com BCG e iniciar profilaxia com Isoniazida.
E
Fazer profilaxia desde o nascimento e PPD com um mês. Se negativo, vacinar com BCG.
Homem, com 23 anos de idade, mototaxista, sofre acidente motociclístico por colisão com carro em alta velocidade. Seu corpo foi lançado aproximadamente a 20m e o capacete, ejetado. Foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros com colocação de colar cervical, uso de prancha longa, imobilização e oxigenioterapia. Ao dar entrada na unidade de emergência na qual você é plantonista, 11 minutos após o acidente, apresentava-se agitado, agressivo, com saturação de oxigênio, aferida em oximetria de pulso, de 88%. O exame físico identificou murmúrio vesicular presente e roncos discretos na base de pulmão direito; pulso radial=105 bpm; abdome sem escoriações e indolor à palpação; deformidade em coxa direita e à palpação do crânio, apresentava afundamento de aproximadamente 0,5cm, associado a ferimento corto-contuso de 5cm de extensão, em região têmporo-parietal direita. Avaliação pela escala de coma de Glasgow=8. Pupilas fotorreagentes, sem anisocoria. Qual a conduta imediata a ser adotada para este paciente?
Uma criança nascida de parto cesáreo, a termo, com Apgar 8/9, pesando 3500g, apresenta, nas primeiras 24 horas de vida, cianose associada com desconforto respiratório. Durante o exame físico, o recém-nascido encontra-se cianótico, taquidispneico (Frequência respiratória=65 irpm), taquicárdico (Frequência cardíaca=160bpm), com retrações subdiafragmáticas e intercostais. A ausculta pulmonar é normal e não é observada a presença de sopro à ausculta cardíaca. A saturação de oxigênio inicial era de 70% antes, passando a 72% após iniciar a oxigenoterapia com FiO2 de 100%. Foi feita a hipótese diagnóstica de cardiopatia congênita, sendo solicitados radiografia de tórax e ecocardiograma. A radiografia de tórax mostrou área cardíaca aparentemente sem alterações e aumento da trama pulmonar. O ecocardiograma não pôde ser realizado. A hipótese diagnóstica principal e a conduta terapêutica indicada são, respectivamente,
Uma criança de sexo feminino, com quatro anos de idade, é atendida no Pronto Atendimento com queixa de poliúria, polidipsia e emagrecimento nos últimos dois meses. Apesar de ter havido um atendimento anterior por esta queixa, não houve uma definição diagnóstica. A mãe decidiu retornar ao serviço porque nos últimos dois dias, a criança começou a apresentar sonolência, acompanhada de febre (dois picos de 38,6 °C), vômitos, fadiga, sinais de desidratação e taquipneia. Imediatamente, você decidiu encaminhar a paciente para um Serviço de Emergência, devido à hipótese diagnóstica de cetoacidose diabética. A decisão de encaminhamento imediato foi determinada
Rafael e Josiane são casados e vivem com os filhos Gustavo e Livia na Barra do Ceará. A família é acompanhada pela equipe de saúde da família. Ao realizar estudo de família, Dra Tânia observou que o casal apresentava dificuldade de comunicação e clima hostil, com certa dificuldade em tratar os sentimentos. A família vem passando por dificuldades financeiras importantes. Rafael trabalha como autônomo e a violência urbana o tem impedido de sair para trabalhar nos últimos dias. Apesar da dificuldade de comunicação, a divisão de poder entre o casal é equânime. Josiane cuida da casa e das crianças e Rafael busca o sustento. Apesar das dificuldades, o casal propôs fabricar e vender desinfetantes para melhorar a renda. Josiane e Rafael demonstraram o entendimento de que cada um é uma pessoa separada, que pensa e tem sofrimentos, mas, apresentaram dificuldade em demonstrar esses sentimentos um para o outro. São parâmetros da dinâmica familiar, exceto:
Compartilhar