Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Qual é o tumor mais comum do pâncreas e a sua localização mais frequente?

A
Insulinoma, no corpo do pâncreas.
B
Gastrinoma, na cabeça do pâncreas.
C
Adenocarcinoma, na cabeça do pâncreas.
D
Adenoma, no corpo do pâncreas.
E
Adenoma, na cauda do pâncreas.
Qual dos achados clínicos abaixo NÃO é característico de fibrose cística?
Adenocarcinoma é o tumor maligno mais frequente no rim. O local mais frequente de metástases é:
Um paciente de 64 anos apresenta-se no pronto-socorro com quadro súbito de afasia e hemiplegia esquerda persistente há 2 horas. Negou cefaleia ou trauma recente. É hipertenso e dislipidêmico em tratamento. Na admissão, além do déficit neurológico, apresentava-se consciente, com PA: 150x90 mmHg. Coração com 88 bpm rítmico; sem sopros cardíacos ou carotídeos. A glicemia capilar era 90 m%. O ECG revelou ritmo sinusal com sobrecarga ventricular esquerda discreta. A conduta mais adequada a seguir é:
Em relação à obstrução arterial, considere as seguintes afirmativas: 1. Na embolia arterial aguda, a maior fonte de êmbolos é o coração. 2. Na embolia arterial aguda, geralmente o paciente relata claudicação intermitente prévia. 3. Oclusões trombóticas isoladas da artéria femoral geralmente não levam a quadros importantes de claudicação. 4. Em relação à claudicação intermitente, a distância da claudicação não se altera quando se mantém o mesmo ritmo da marcha tanto no aclive quanto no declive. 5. A anamnese e o exame clínico concluem com razoável precisão se o paciente sofreu embolia ou trombose aguda. Assinale a alternativa correta.
Compartilhar