Questões na prática

Dermatologia

Otorrinolaringologia

Qual o tipo de câncer mais comum em cabeça e pescoço?

A
basocelular
B
espinocelular
C
tumor de Warthin
D
adenoma pleomórfico
E
adenocarcioma
Com relação ao paciente com aterosclerose periférica e insuficiência arterial crônica dos MMII, considere as seguintes afirmativas: 1. As drogas que inibem a função plaquetária são utilizadas para diminuir a síndrome de reperfusão após a reconstrução arterial. 2. O tratamento clínico é preconizado preferencialmente nas fases I e II da classificação de Fontaine, na doença arterial crônica dos MMII. 3. O uso de antiplaquetários na doença arterial crônica não diminui a incidência de eventos cardiovasculares. 4. O fumo tem efeito aterogênico, vasoconstritor e trombogênico. 5. A proteção contra o frio é a medida mais eficaz para aumentar o fluxo sanguíneo no membro inferior com isquemia crônica. Assinale a alternativa correta:
Homem caucasiano de 71 anos, tabagista desde os 15 anos, compareceu à consulta com hematúria macroscópica indolor. Realizou Tomografia Computadorizada (TC) abdominal total com contraste, que identificou massa no assoalho vesical (mediolateral direita). À cistoscopia, foi confirmado o achado da TC. Qual o próximo passo a ser seguido?
É certo afirmar a respeito da crise convulsiva febril:
Paciente de 39 anos, do sexo feminino, em um intervalo de cinco meses apresenta o segundo episódio de vertigem. Sem zumbido ou hipoacusia, sem história de trauma craniano, e acompanhada por náuseas, a vertigem tem curta duração e acontece quando a paciente olha para cima ou rola na cama. No exame físico, a manobra de Dix Hallpike provoca um nistagmo com menos de 30 segundos de duração, que reduz de intensidade com a repetição da manobra. O diagnóstico MAIS PROVÁVEL é:
Compartilhar