Questões na prática

Clínica Médica

Cirurgia

Pneumologia

Cirurgia Geral

Quando se deve iniciar heparina de baixo peso molecular, se isto não foi feito 2h antes do procedimento cirúrgico, em um paciente de risco moderado para o desenvolvimento de doença tromboembólica submetido a anestesia geral exclusiva?

A
12h após a indução anestésica
B
2h após a indução anestésica
C
No momento da indução anestésica
D
Somente após o término da cirurgia
Escoliose congênita resulta do crescimento e desenvolvimento anormal da coluna vertebral, provavelmente devido a eventos intrauterinos. Pode ocorrer falta parcial ou completa de formação (vértebras em cunha ou hemi-vértebras), falta parcial ou completa de segmentação (barras unilaterais não segmentadas) ou uma combinação de ambos. Uma ou mais anomalias ósseas podem ocorrer isoladamente ou em combinação. Visto que a coluna vertebral (incluindo os elementos neurais) e as vísceras são formadas em torno da 6ª semana no útero, os doentes com escoliose congênita têm frequentemente anomalias viscerais e intraespinhais associadas. Diagnosticada a anomalia congênita da coluna vertebral, o pediatra precisa descartar malformações em outros sistemas orgânicos. Há incidência maior para a concomitância de problemas no aparelho:
Mulher de 85 anos teve queda da própria altura há uma hora, queixa-se de intensa dor no quadril esquerdo e grande dificuldade para movimentar o membro inferior correspondente. AP: Diabetes mellitus e hipertensão arterial. Exame ortopédico: discreta rotação externa do membro inferior esquerdo e muita dor do quadril à movimentação passiva. RX da bacia: intensa osteoporose e fratura do colo do fêmur esquerdo, com acentuado desvio. O tratamento indicado é:
Mulher, 40 anos, previamente hígida. HMA: foi encontrada desacordada em uma fazenda distante com diversas cartelas vazias de diazepam ao seu lado. Após cinco horas, chegou ao PA. EF: REG, eupneica, acianótica, anictérica, afebril, escala de Glasgow: 13; 2 bulhas rítmicas, normofonéticas, sem sopros, FC: 90 bpm, PA: 110/70 mmHg; abdome sem alterações; murmúrio vesicular presente e simétrico, sem ruídos adventícios, FR: 16 ipm, SatO2: 92%. A conduta mais adequada é:
Lena, 47 anos, faz tratamento médico para depressão há mais de 7 anos. Já fez uso de vários tipos de antidepressivos, com resposta moderada. Atualmente, seu médico prescreveu um inibidor irreversível da MAO (Monoaminoxidase), chamado tranilcipromina. Qual das drogas abaixo poderá ser usada concomitantemente com a tranilcipromina, no caso de indicação médica precisa?
Compartilhar