Questões na prática

Clínica Médica

Hematologia

Quanto á transfusão de concentrado de plaquetas, pode-se afirmar que:

A
Está indicado em paciente plaquetopênicos com sangramento ativo ou no preparo de cirurgias.
B
As tranfusões plaquetárias de rotina envolvem testes de compatibilidade específica para plaquetas.
C
Os pacientes com PTI não toleram baixos níveis de plaquetas, sendo transfundidos mesmo quando houver destruição acelerada de plaquetas.
D
O uso profilático é preconizado na leucemia aguda, quando as plaquetas < 100.000/ mcl.
E
A monitorização na contagem das plaquetas não é determinante para novas transfusões.
Criança com 8 meses de vida vem apresentando redução do apetite e pouco ganho ponderal. Ao exame físico apresenta bom estado geral, ativo, cooperante, porém com importante palidez cutâneo-mucossa; fígado a 3 cm do rebordo costal direito, baço não palpável, traube livre, sem outras anormalidades no exame físico. História pré e perinatais sem intercorrências, porém apresentou icterícia fisiológica. É alimentado com leite de vaca desde o 4° mês de vida. Qual a hipótese diagnóstica mais provável?
A resolução CFM nº 1.480/97 aborda a Morte Encefálica e detalha a “Prova da Apneia” como realizada de acordo com um protocolo que inclui:
Uma mulher de 38 anos, com consumo diário de 400 a 600 ml de vodca, é acompanhada ambulatorialmente em programa contra alcoolismo. Apresenta elevação de enzimas hepáticas, sorologia para hepatites negativas e esteatose hepática ao ultrassom. É levada por familiares ao pronto-socorro com febre, icterícia, sonolência e períodos breves de confusão mental. Apresenta transaminases 2 vezes o valor normal, gama GT = 690 U/L, INR = 1,9 e leucocitose de 18.000/mm³, sem desvio à esquerda. Não há foco infeccioso evidente. Recomenda-se, por eficácia comprovada, o uso de:
Um menino de 5 anos apresenta hemartrose de quadril e tem o diagnóstico de hemofilia A. As alterações nos testes laboratoriais que se esperam são:
Compartilhar