Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Hematologia

Quanto ao tratamento da angina instável e do infarto agudo do miocárdio sem supra desnivelamento do segmento ST, é correto afirmar;

A
A heparina convencional é semelhante a enoxaparina no desfecho combinado morte/infarto do miocárdio, independentemente do escore de risco de TIMI. A segunda droga, entretanto, apresenta maior facilidade na forma de administração.
B
A morfina não deve ser realizada como rotina, mas habitualmente deve ser empregada em pacientes com dor persistente apesar de nitratos e betabloqueadores.
C
Os nitratos endovenosos, mas não os sublinguais, são contra-indicados se o paciente tiver feito iso de sildenafil nas últimas 24 horas.
D
A combinação de clopidogrel e aspirina, aumenta o risco de sangramento e não reduz mortalidade. Não é, portanto, indicada.
E
O trombolítico deverá ser utilizado nos casos em que haja aumento sérico das enzimas cardíacas.
A alternativa em que estão presentes parâmetros de avaliação da gravidade da hepatopatia, segundo a classificação de CHILD-TURCOTTE-PUGH, é:
Escolar, oito anos, comparece ao consultório com a mãe, preocupada com a doença do filho. Ela traz vários exames já realizados e solicita o parecer do médico. Ao exame clínico, a criança apresenta palidez cutâneo-mucosa, manchas café-com-leite, baixa estatura e ausência dos polegares. No hemograma, o VCM está alto e a eletroforese de hemoglobina revela níveis aumentados de hemoglobina F. O diagnóstico provável é:
Após realização de cardiotocografia intraparto, médico detecta presença de taquicardia fetal (167 bpm) e desaceleração do tipo cefálico. O exame obstétrico evidencia dilatação cervical de 9 cm com 100% de apagamento, apresentação cefálica no plano +2 de De Lee. A melhor conduta neste caso é:
A gemelaridade imperfeita, ou de fetos fundidos, origina-se de:
Compartilhar