Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Hematologia

Quanto ao tratamento da angina instável e do infarto agudo do miocárdio sem supra desnivelamento do segmento ST, é correto afirmar;

A
A heparina convencional é semelhante a enoxaparina no desfecho combinado morte/infarto do miocárdio, independentemente do escore de risco de TIMI. A segunda droga, entretanto, apresenta maior facilidade na forma de administração.
B
A morfina não deve ser realizada como rotina, mas habitualmente deve ser empregada em pacientes com dor persistente apesar de nitratos e betabloqueadores.
C
Os nitratos endovenosos, mas não os sublinguais, são contra-indicados se o paciente tiver feito iso de sildenafil nas últimas 24 horas.
D
A combinação de clopidogrel e aspirina, aumenta o risco de sangramento e não reduz mortalidade. Não é, portanto, indicada.
E
O trombolítico deverá ser utilizado nos casos em que haja aumento sérico das enzimas cardíacas.
VBD, 37 anos, gênero feminino, bibliotecária, queixa-se de dor incaracterística nas pernas, principalmente à esquerda, tipo queimação, de longa evolução, mas que piorou após a segunda gestação a termo há 6 meses. Informa episódio de trombose venosa profunda (TVP) após o primeiro parto ocorrido há 5 anos. Ao exame, paciente com sobrepeso (IMC=31 Kg/m²). Presença de pulsos pediosos, poplíteos e femorais normais. Enovelado de veias mais evidentes em membro inferior esquerdo, depressíveis ao toque. Pele de coloração mais escura com alterações tróficas em porção mais distal. Realizado ultrassonografia (US) com Doppler dos membros inferiores. Em relação a este caso clínico, assinale a alternativa ERRADA:
Sobre as hérnias da parede abdominal, analise as afirmativas a seguir. I. A borda livre da aponeurose do músculo oblíquo externo apresenta um espessamento que segue da espinha ilíaca anterossuperior em direção ao tubérculo púbico que é o ligamento inguinal ou ligamento de POUPART. II. Uma região triangular limitada pelo ligamento inguinal inferiormente, a borda lateral do músculo reto abdominal medialmente e os vasos epigástricos superiores lateralmente formam na parede posterior o Trígono de HESSELBACH. III. As hérnias inguinais são as mais frequentes na prática clínica, totalizando 75% das hérnias da parede abdominal. Podem ser divididas em indiretas e diretas. As indiretas são menos comuns e são decorrentes do não fechamento do conduto peritoneovaginal, uma espécie de túnel criado pela descida do testículo da cavidade abdominal em direção à bolsa escrotal. Já as hérnias diretas, as mais comuns, são consequência do enfraquecimento da musculatura da parede posterior do canal inguinal. IV. Hérnias por deslizamento são aquelas em que um órgão compõe parte da parede do saco herniário, normalmente cólon e bexiga. E hérnias que possuem componente direto e indireto são chamadas de hérnias em pantalona. V. Hérnia de RICHTER é caracterizada pela presença do divertículo de MECKEL no saco herniário e hérnia de LITTRE ocorre quando há o pinçamento lateral apenas da borda antimesentérica de uma víscera abdominal, permitindo o estrangulamento desse segmento de alça, sem sinais de obstrução intestinal. Estão CORRETAS apenas as afirmativas.
A causa principal de mortalidade após reparo aberto ou endovascular de aneurisma de aorta abdominal é:
Em relação ao PSA, afirma-se que: I. Nos adenocarcinomas de próstata de alto grau (Gleason 8-10) e variante ductal, o PSA costuma ser muito elevado; II. O PSA se eleva com a idade e com o volume prostático; III. O PSA pode ser falsamente elevado pela cistoscopia, pela cateterização ureteral e pela infecção urinária. Está/Estão CORRETA (S) a (s) afirmativa (s):
Compartilhar