Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Neurologia

Com relação à polirradiculoneurite aguda (síndrome de Guillain-Barré), assinale a alternativa INCORRETA.

A
Infecção prévia em 2/3 dos casos como IVAS e gastroenterocolite (10–20%).
B
Período de latência – 2–3 semanas.
C
Pode ter como causa a pós-vacinação antirrábica, anti-influenza A e toxoide tetânico.
D
Pode ter como causa infecções virais específicas CMV, EBV, HIV e varicela-zóster.
E
A característica típica do líquido cefalorraquidiano é a dissociação citológica proteica, isto é, elevação do número de células sem aumento de proteína.
Paciente do sexo masculino, 42 anos, morador da zona rural, vítima de acidente ofídico crotálico há 48 horas, deu entrada no Pronto-Socorro do Hospital de Doenças Tropicais trazido por familiares. Apresenta mialgia, sonolência, diminuição do volume urinário e urina de cor “marrom”. Ao exame, ptose palpebral, desidratação +/4, pressão arterial de 110/80 mmHg e sem edema. O diagnóstico mais provável da insuficiência renal é:
São exemplos de infecções potencialmente transmissíveis da gestante para o seu concepto (feto ou recém-nascido) para as quais existem evidências de benefícios de triagem no pré-natal:
Paciente de 42 anos, sexo masculino, procedente da área rural de Niquelândia, há 30 dias apresentava, no tornozelo direito, uma lesão ulcerada, medindo 5 cm de diâmetro. A intradermorreação de Montenegro era negativa. Nesse caso:
Mulher, 35 anos, escriturária, apresenta tumoração de 1,6cm na face dorsal da mão direita há 2 anos, que aumenta de volume com os esforços e, por vezes, involui com o repouso. O diagnóstico mais frequente para esta situação é:
Compartilhar