Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Quanto aos critérios clínicos empregados para definição de sepse, relacionados aos achados clínicos e de laboratório, pode-se dizer que:

A
têm alta sensibildade, portanto permitem diagnosticar a presença da condição
B
têm baixa sensibilidade, o que não permite afastar a sepse instalada
C
têm elevada acurácia quanto à gravidade da sepse
D
são muito específicos, portanto permitem diagnosticar a presença da sepse
E
têm alta sensibilidade, portanto permitem afastar a sepse quando ausentes
Homem de 80 anos vai ao consultório médico referindo indisposição e hiporexia de início há três meses. Faz uso de Sinvastatina e Doxazosina para tratamento de dislipidemia, hipertensão arterial e hiperplasia prostática benigna de longa data. Fez um hemograma que mostrava: Ht 29%; VCM 82 fl; RDW 14%; série branca e plaquetária normais; e tinha um VHS de 42 mm. Ao exame clínico, estava levemente descorado e emagrecido, sem outras alterações. A causa mais provável da anemia desse paciente é
Os primeiros indícios da existência da tuberculose na humanidade remontam:
Com relação às lesões do trato genitourinário em acidente de automóvel pode-se afirmar que:
A comunicação interventricular é a cardiopatia congênita mais comum. A doença pode evoluir com fechamento espontâneo, hipertensão pulmonar ou estenose pulmonar. No fechamento espontâneo e na hipertensão pulmonar há o desaparecimento do sopro. Qual o sinal clínico que melhor diferencia estas duas evoluções?
Compartilhar