Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Quanto aos critérios clínicos empregados para definição de sepse, relacionados aos achados clínicos e de laboratório, pode-se dizer que:

A
têm alta sensibildade, portanto permitem diagnosticar a presença da condição
B
têm baixa sensibilidade, o que não permite afastar a sepse instalada
C
têm elevada acurácia quanto à gravidade da sepse
D
são muito específicos, portanto permitem diagnosticar a presença da sepse
E
têm alta sensibilidade, portanto permitem afastar a sepse quando ausentes
Uma senhora de 58 anos procurou atendimento queixando-se de dores no joelho direito, que se iniciaram há três anos, mas que, no momento, se intensificaram. As dores são acompanhadas por dor em interfalangianas distais do primeiro e segundo dedos da mão direita e primeira metatarsofalangiana do pé esquerdo. Ao exame, a paciente apresenta IMC = 32 kg/m², calor e discreto edema na articulação do joelho direito e interfalangianas distais. Os exames laboratoriais evidenciaram hemograma normal; VHS = 20 mm na primeira hora; fator reumatoide = 32 UI. O provável diagnóstico deste caso será:
Nos exemplos abaixo, pode-se relacionar doença e autoanticorpo com EXCEÇÃO de:
Quais são as paredes da órbita que são acometidas com maior frequência nos casos de fraturas isoladas de face?
A avaliação inicial do politraumatizado protocolada determina o sucesso do atendimento do paciente gravemente acometido. Podemos afirmar que são causas com risco imediato de morte na avaliação das lesões torácicas:
Compartilhar