Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Raimundo Pereira, paciente do ambulatório de cardiologia, tem a fração de ejeção do ventrículo igual a 25% (N>55%) e hipocinese difusa. Seu estilo de vida é sedentário. Alimenta­se regularmente com carne vermelha mais de 6 vezes por semana e bebe bebida alcoólica diariamente 4 vezes. Sua altura é 1.85cm, peso 86 kg, IMC 25kg/m2. Sua pressão é 90/60mmHg. Arteriografia coronariana normal. Qual das recomendações abaixo é a mais importante para este paciente?

A
Exercícios aeróbicos devem ser evitados.
B
Evitar a ingestão de bebidas alcoólicas.
C
Comer menos carne vermelha e aumentar a ingestão de carnes brancas, por ser rico em ômega 3,  principalmente peixe.
D
Iniciar body pump.
E
Manter o peso.
Paciente de 50 anos tem diagnóstico de adenocarcinoma de pulmão pela broncoscopia (lesão vegetante em segmento anterior do lobo superior direito a mais de 2 cm da carina principal). Biópsia de linfonodo supraclavicular ipsilateral teve como diagnóstico: adenocarcinoma metastático para linfonodo. Tomografia computadorizada de tórax não evidencia outras alterações além da massa pulmonar, em lobo superior direito, de 3,5 cm em seu maior diâmetro. Tomografias computadorizadas de abdome e crânio sem implantes secundários. O melhor estadiamento (TNM) para este paciente é:
Primigesta de 41 anos, sem pré-natal realiza exame sonográfico apresentando o seguinte laudo: Gestação tópica, única com biometria de cerca de 22 semanas; Placenta de inserção fúndica de espessura aumentada. Polidramnia moderada (ILA=24cm). Presença de ascite fetal. Ausência de alterações morfológicas detectáveis a essa idade gestacional. Exames laboratoriais realizados à emergência apresentarem o seguinte resultado: Tipo sanguíneo: A negativo; coombs indireto negativo; VDRL negativo. IgG e IgM para Toxoplasmose, rubéola e citomegalovírus negativos. Ecocardiografia fetal sem alterações. Os 2 diagnósticos mais compatíveis com o quadro apresentado são:
Gestante no 3º trimestre procura atendimento devido a surgimento de prurido intenso, principalmente no abdome e nádegas atrapalhando as atividades diárias. O exame físico mostra apenas lesões difusas causadas pelo ato de coçar. O diagnóstico mais provável é:
Paciente de 27 anos, assintomática, sem patologias prévias, exame físico normal realiza sua primeira colpocitologia oncótica, com laudo a seguir: Amostra satisfatória Elementos representados na amostra: escamoso Microbiologia: cocos e presença de ‘clue cells’ Negativo para neoplasia A conduta mais adequada é:
Compartilhar