Questões na prática

Pediatria

Neonatologia

Recém-nascido, 37 semanas de idade gestacional, peso de nascimento = 2570 g, com exame físico inicial normal, com 40 horas de vida, evoluiu com tremores, irritação e temperatura de 38°C. Fontanela normotensa. FR = 70 mpm. FC = 150 bpm. Urinou 3 vezes desde o nascimento e perdeu 9% do peso. Quer mamar a toda hora. Quais são as hipóteses diagnósticas mais prováveis?

A
Hipoglicemia, hipomagnesemia.
B
Hipocalcemia, hiperpotassemia.
C
Desidratação hipernatrêmica, sepse neonatal precoce.
D
Sepse neonatal tardia, acidose metabólica.
Assinale a alternativa correta em relação às cardiopatias congênitas na infância.
O Estado de Mal Epiléptico Refratário na infância ocorre quando, apesar de toda a medicação instituída, persiste a atividade convulsiva. Esta fase apresenta uma alta morbidade e mortalidade, se medidas mais efetivas não forem tomadas. Nesta fase, a medicação melhor indicada para o seu tratamento é:
Paciente, 2 anos, dá entrada no serviço de emergência apresentando crises convulsivas tônico-clônicas generalizadas há cerca de 6 horas, sem recuperar consciência. Ao exame, saturação de oxigênio de 89%, pressão arterial, pulsos e frequência cardíaca normais. Em relação ao diagnóstico e à conduta inicial, deve-se dizer que o paciente se encontra em estado de mal epiléptico, necessitando de:
Paciente de 56 anos, sexo feminino, vem consultando no ambulatório do hospital por quadro de diarreia há 1 mês, dor abdominal epigástrica em queimação e emagrecimento. Foram solicitadas endoscopia digestiva alta e ecografia abdominal. A endoscopia mostrou duas úlceras gástricas em região antral e uma em região duodenal. A ecografia foi normal. Baseando-se na principal etiologia para este achado endoscópico, qual exame poderia especificar a causa do problema?
Compartilhar