Questões na prática

Pediatria

Neonatologia

Recém-nascido a termo, nascido de parto normal, Apgar 8/9, não necessitou de manobras de reanimação. Apresentou desconforto respiratório sendo encaminhado para UTIN, com melhora do quadro nas primeiras horas de vida. Evoluiu com sangramento em locais de punção venosa, coto umbilical e intestinal. Mãe epilética em uso de fenitoína durante a gravidez. A hipótese diagnostica mais provável para o caso é:

A
Púrpura amegacariocítica congênita.
B
Coagulação intravascular disseminada.
C
Hemofilia A.
D
Síndrome Hemorrágica do recém-nascido.
E
Tocotraumatismo.
A síndrome de Fitz-Hugh-Curtis está relacionada a:
A claudicação intermitente é um sintoma de:
Paciente 37 anos, gestante com 36 semanas, procurou o serviço de emergência com queixa de tremor de extremidades, diarreia e intolerância ao calor. Ao exame físico, encontramos bócio, exoftalmia e taquicardia. A melhor conduta será:
Paciente de 24 anos, gestante de 20 semanas, em uso de sulfato ferroso, foi encaminhada ao hematologista para investigação de anemia microcítica e hipocrômica, com RDW (índice de variabilidade dos glóbulos vermelhos) normal, mas que apresenta diminuição gradativa de hemoglobina e do hematócrito apesar da reposição de ferro. Apresenta ferritina normal, mas não trouxe dosagem do ferro sérico. Qual o diagnóstico possível e conduta adequada?
Compartilhar