Questões na prática

Pediatria

Neonatologia

Recém-nascido pré-termo, idade gestacional de 30 semanas, nascido de parto cesáreo por descolamento prematuro de placenta, peso de nascimento = 1385g, Apgar 09/10, é encaminhado para Uti Neonatal por baixo peso e melhor monitorização. Iniciado dieta trófica por gavagem (enteral mínima). No segundo dia de vida apresentou distensão abdominal, vômitos, ruídos hidro-aéreos ausentes, fezes com sangue. Considerando os antecedentes obstétricos e neonatais, a hipótese diagnóstica MAIS PROVÁVEL é: Referência: MURAHOVICH, J. Temas de Pediatria

A
Divertículo de Meckel
B
Gastroenterite infecciosa
C
Enterocolite Necrosante
D
Septicemia
E
Nenhuma das alternativas acima (A, B, C ou D) está correta.
Paciente de 66 anos previamente hipertensa e tabagista apresenta-se no serviço de emergência com febre e tosse produtiva há 2 dias. Ao exame, está prostrada, com PA 98/64 mmHg, FC 130 bpm, FR 32 mrpm e T 38,7 ºC. Apresenta ritmo cardíaco regular sem sopro e ausculta pulmonar com roncos e estertores crepitantes em base E. Abdome flácido, indolor, sem alterações e com edema +/IV bilateral em membros inferiores. Hemograma demonstra 22.540 leucócitos com 24% de bastonetes. Com apenas esses dados, qual a melhor definição para o quadro?
O diagnóstico de alergia respiratória é feito normalmente através de:
Jovem de 16 anos de idade, com dor aguda localizada na FIE, febre, calafrios, com ciclo menstrual regular, sugere o diagnóstico clínico de:
Em um paciente com caso de paraparesia rapidamente progressiva, com arreflexia dos patelares e aquileus, com sensibilidade preservada, qual o diagnóstico mais provável:
Compartilhar