Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Pediátrica

Recém-nascido prematuro de 32 semanas, com Apgar 8 e 9 evoluiu com doença da membrana hialina. Está com 10 dias de vida com parâmetros respiratórios muito bons. Desde o 2º dia iniciou a alimentação enteral mínima por sonda nasogástrica, com boa aceitação e evacuação normal de mecônio. Há 2 horas apresentou letargia, palidez, taquicardia e distensão abdominal acentuada com drenagem de grande quantidade de líquido de estase pela sonda. Nota-se distensão dolorosa à palpação profunda, sem sinais flogísticos e o RX simples de abdome revela apenas distensão gástrica e opacidade no restante do abdome. O diagnóstico mais provável é:

A
Atresia de duodeno.
B
Doença de Hirschsprung.
C
Enterocolite necrosante.
D
Volvo de intestino médio.
A respeito das doenças inflamatórias intestinais (DII), marque a alternativa correta:
Juliana, 2 meses e 25 dias de vida, chega ao pronto atendimento com febre. A mãe relata que há 12 horas vem notando a criança muito “quentinha”. Ela sente-se insegura, Juliana é sua primeira filha e o pai está preso em Bangu I por tráfico e uso de drogas. Juliana nasceu de parto normal, realizado na emergência, pensando 3500 g. Não foi amamentada ao seio, usando exclusivamente fórmula láctea. A mãe não realizou pré-natal e perdeu a carteira de imunizações da filha. Exame físico: peso 5.100 g, T.ax 38,5°, FC 148 bpm, FR 40 irpm. Lactente ativa, sem sinais de irritação meníngea, eupneica, com pequena lesão cicatricial em região deltoide de braço direito. Demais aparelhos e sistemas sem aterações. O médico pensa na possibilidade de Juliana ter sido exposta ao vírus HIV durante a gestação e solicita alguns exames. Considerando-se essa possibilidade, deve-se solicitar:
Em relação ao Câncer Gástrico, assinale a alternativa correta:
A síndrome nefrítica em um paciente é melhor caracterizada quando estiverem associados os seguintes achados clínicos:
Compartilhar