Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Pediátrica

Recém-nascido prematuro de 32 semanas, com Apgar 8 e 9 evoluiu com doença da membrana hialina. Está com 10 dias de vida com parâmetros respiratórios muito bons. Desde o 2º dia iniciou a alimentação enteral mínima por sonda nasogástrica, com boa aceitação e evacuação normal de mecônio. Há 2 horas apresentou letargia, palidez, taquicardia e distensão abdominal acentuada com drenagem de grande quantidade de líquido de estase pela sonda. Nota-se distensão dolorosa à palpação profunda, sem sinais flogísticos e o RX simples de abdome revela apenas distensão gástrica e opacidade no restante do abdome. O diagnóstico mais provável é:

A
Atresia de duodeno.
B
Doença de Hirschsprung.
C
Enterocolite necrosante.
D
Volvo de intestino médio.
Em relação à doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), julgue os itens que se seguem. I - É uma doença crônica e lentamente progressiva. II - Está fortemente associada ao tabagismo. III - É uma doença obstrutiva que, geralmente, apresenta reversibilidade significativa ao uso de broncodilatadores. IV - O ato de parar de fumar cessa completamente a progressão da doença. V - É uma causa de hipertensão arterial pulmonar. A quantidade de itens certos é igual a:
Paciente de 34 anos de idade, é atendido com quadro de dor abdominal em cólica localizada no hipocôndrio direito e epigástrio irradiada para dorso associada a náuseas, vômitos e febre de 38,3° C. Ao exame físico, apresenta-se com fácies de dor, levemente taquidispnéica com FC 100 bpm. No exame do abdome, observa-se discreta distensão abdominal, dor a palpação de hipocôndrio direito com sinal de Murphy presente. Qual diagnóstico mais provável desse paciente?
A mãe de um lactente de 13 meses indaga ao pediatra sobre a vacina contra o vírus da influenza. O médico responde corretamente:
Paciente de 68 anos de idade, sexo feminino, procura pronto-socorro com relato de dor em fossa ilíaca esquerda com irradiação para as costas. Ao exame apresenta PA de 140X90mmHg, FC 120, temperatura axilar 38,2°C e abdome com dolorimento e defesa muscular voluntária no quadrante inferior esquerdo com plastrão palpável. Qual a melhor abordagem diagnóstica?
Compartilhar