Questões na prática

Pediatria

Neonatologia

Recém-nascido (RN) pequeno para idade gestacional, com 15 horas de vida apresenta-se taquipneico, pletórico e com tremores de extremidades. A dosagem do hematócrito é de 67%. A conduta é

A
hiper-hidratação até melhora dos sintomas.
B
observação clínica e reavaliação após 24 horas de vida.
C
incentivar a amamentação e tratar apenas se o hematócrito se mantiver acima de 60%.
D
realizar exsanguineotransfusão parcial apenas se o RN se mantiver sintomático e com hematócrito maior que 75%.
E
exsanguineotransfusão parcial.
Em relação às neoplasias cutâneas malignas, assinale a alternativa correta.
Homem, 38 anos, queixa-se de poliartralgia generalizada em grandes e pequenas articulações há 6 meses. Exame físico: sem sinais inflamatórios locais nem deformidades ou evidências de acometimento articular. A PRINCIPAL HIPÓTESE DIAGNÓSTICA É:
Jovem, 23 anos, sofreu acidente automobilístico, apresentando dificuldade respiratória e confusão mental. Exame físico: PA = 60 x 30 mmHg, FC = 60 bpm, respiração diafragmática, Glasgow = 12, tetraplegia. Hemoglobina = 12 g/dl. Pressão venosa central = 6 mmHg. Gasometria arterial (ar ambiente): pH = 7,28, PaCO2 = 60 mmHg. Tomografias computadorizadas de crânio e abdome sem alterações. O DIAGNÓSTICO E CONDUTA SÃO:
Homem, 60 anos, há 6 meses queixa-se de dor lombar baixa, de ritmo mecânico em faixa, com irradiação para região inguinal, glútea e face anterior da coxa direita. Refere piora vespertina, necessitando uso diário de analgésicos e anti-inflamatórios não hormonais. Trabalha em uma distribuidora, caminha vários quilômetros ao dia sem carregar peso. Exame físico: dor à palpação da região lombar baixa com retração dos músculos isquiotibiais, bloqueio de rotação interna do quadril direito, abdução de 10 graus, sinal de Thomas (+) à direita, ausência de déficit neurológico, Laségue negativo. Radiograma da coluna: sem alterações. O DIAGNÓSTICO E A CONDUTA SÃO:
Compartilhar