Questões na prática

Pediatria

Neonatologia

RN com peso de nascimento de 2.200g, apgar de 7 e 9, mãe não fez pré-natal. Nas sorologias colhidas do RN, logo após o nascimento, observou-se o VDRL positivo (1/64), e o anti-HIV negativo. Qual seria a melhor conduta a esse RN?

A
Tratar com benzetacil 50 000 UI.IM, dose única e acompanhar no ambulatório com sorologia seriada (VDRL).
B
Considerar que a sorologia do RN é um falso positivo e não tem necessidade de tratamento.
C
Colher sorologia da mãe e repetir a do RN e, confirmado a sorologia positiva da mãe e RN, tratar com penicilina procaína IM, por 7 dias.
D
Colher sorologia da mãe e, confirmado VDRL positivo, tratar o RN com eritromicina, por 7 dias.
E
Colher sorologia da mãe e do RN, solicitar líquor (LCR), hemograma e raio-x de ossos longos e já iniciar tratamento com penicilina cristalina EV.
Um homem de 37 anos vitima de agressão por uma arma branca no abdome deu entrada no PS. Ao exame apresentava-se inconsciente e com sinais de choque hipovolêmico. Com relação à profilaxia do tétano a conduta mais adequada neste caso é:
A principal arritmia cardíaca decorrente da insuflação do pneumoperitônio com CO2 na colecistectomia videolaparoscópica é:
Sobre Convulsão Febril (CF) são verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmativas abaixo: ( ) A história familiar constitui fator de risco tanto para as recorrências das CF quanto para o desenvolvimento de epilepsia. ( ) Para a maioria dos pacientes, o tratamento profilático é dispensável. ( ) Não há consenso sobre a associação entre alterações eletroencefalográficas e risco de epilepsia. ( ) As CF podem preceder síndromes epilépticas. ( ) A idade da 1ª crise se relaciona a risco de epilepsia. Assinale a alternativa correta:
Em relação à dor pélvica crônica, assinale a alternativa incorreta:
Compartilhar